Imprensa livre e independente
20 de maio de 2019, 22h54

Bolsonaro faz ironia sobre investigações de candidaturas laranjas do PSL

"Até que gostaria que fosse dono de um laranjal. Laranja é um produto rendoso", disse o presidente sobre investigações que apontam candidaturas de fachada em seu partido que teriam sido utilizadas para beneficiar a empresa de uma ex-assessora de Flávio Bolsonaro

Foto: Valter Campanato/Agência Brasil
O presidente Jair Bolsonaro agiu com ironia nesta segunda-feira (20) ao comentar o esquema de candidaturas laranja em seu partido, o PSL. “No Rio de Janeiro, as três candidatas laranja recebeu [sic], cada uma, R$ 1,8 mil para pagar o contador e não coloca na prestação de contas. Aí eu sou dono do laranjal no Rio de Janeiro. Até gostaria que fosse, a laranja é um produto rendoso”, afirmou o capitão da reserva durante um evento da Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan). Leia também Deputada que denunciou laranjal do PSL diz que foi ameaçada de morte por...

O presidente Jair Bolsonaro agiu com ironia nesta segunda-feira (20) ao comentar o esquema de candidaturas laranja em seu partido, o PSL.

“No Rio de Janeiro, as três candidatas laranja recebeu [sic], cada uma, R$ 1,8 mil para pagar o contador e não coloca na prestação de contas. Aí eu sou dono do laranjal no Rio de Janeiro. Até gostaria que fosse, a laranja é um produto rendoso”, afirmou o capitão da reserva durante um evento da Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan).

Leia também
Deputada que denunciou laranjal do PSL diz que foi ameaçada de morte por ministro

O Ministério Público Federal (MPF) e a Polícia Federal encampam uma investigação contra 33 candidatas do PSL que seriam apenas fachada para um esquema ilegal, nas eleições do ano passado, que teria beneficiado diretamente uma ex-assessora do senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ). As investigações apontam que recursos expressivos eram destinados a candidaturas femininas sem que houvesse, de fato, campanhas que demandassem tanto dinheiro. Essas candidatas mulheres serviriam como “laranjas” para que esses recursos fossem repassados.

Veja também:  Bolsonaro se lança candidato à sua reeleição

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum