Imprensa livre e independente
06 de março de 2019, 15h52

Bolsonaro mostra desconhecer liturgia do cargo, diz ex-ministro da Cultura

Para Juca Ferreira, Bolsonaro mostrou desconhecer a liturgia do cargo e inviabilizou sua permanência. "Quem o respeitará daqui para frente? Só se for pela força", afirmou

O ex-ministro Juca FerreiraFoto: Jeanine Moraes
A publicação de um vídeo obsceno pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, foi uma manifestação de falta de decoro e desconhecimento da liturgia do cargo. A avaliação é de Juca Ferreira, ex-ministro da cultura dos governos de Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff,  atualmente secretário da Fundação Municipal de Cultura de Belo Horizonte. Nesta terça-feira (5), o presidente publicou em sua conta no Twitter um vídeo em que uma pessoa urina sobre a outra, um fetiche conhecido como golden shower (chuva dourada). O vídeo foi gravado ao ar livre. Segundo Bolsonaro, o ato aconteceu em um bloco de...

A publicação de um vídeo obsceno pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, foi uma manifestação de falta de decoro e desconhecimento da liturgia do cargo. A avaliação é de Juca Ferreira, ex-ministro da cultura dos governos de Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff,  atualmente secretário da Fundação Municipal de Cultura de Belo Horizonte.

Nesta terça-feira (5), o presidente publicou em sua conta no Twitter um vídeo em que uma pessoa urina sobre a outra, um fetiche conhecido como golden shower (chuva dourada). O vídeo foi gravado ao ar livre. Segundo Bolsonaro, o ato aconteceu em um bloco de Carnaval. O presidente não especificou em qual bloco ou cidade.

“Ele se inviabilizou completamente para permanecer no cargo. Quem o respeitará daqui para a frente? Só se for pela força”, afirmou o ex-ministro à Fórum. Para ele, a postagem foi uma tentativa de Bolsonaro de responder à rejeição que sofreu no Carnaval, marcado por protestos contra ele e suas pautas em blocos de rua e até escolas de samba.

Veja também:  Na Argentina de Macri, a “uberização” do trabalho atinge até os mais idosos

“Bolsonaro mostrou, mais uma vez, todo seu despreparo para dirigir o país, seu baixo nível intelectual e seu desequilíbrio emocional, ao tentar responder à rejeição a sua pessoa, a seu governo e a todo o projeto que eles estão tentando pôr em marcha, que se manifestou de norte a sul neste Carnaval”,  disse.

Para Juca Ferreira, tentar associar o vídeo postado ao Carnaval mostra a “ignorância histórica” do presidente. “É uma farsa, uma forma de fake news e mostra algo que já é muito evidente: o Brasil não cabe nesse projeto regressivo, reacionário e extremamente conservador que Bolsonaro representa”.

Na avaliação do ex-ministro, o presidente e seu grupo buscam a destruição não apenas do Carnaval, mas do espírito do povo brasileiro. “Eles são contra o Brasil e seu povo. Querem nos anular, querem atingir nossa alegria de viver, nossos direitos sociais. Querem destruir o Estado brasileiro e com ele anular todos os direitos conquistados”.

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum