Imprensa livre e independente
18 de março de 2019, 11h16

Bolsonaro nos EUA: quando a diplomacia não dá certo têm as Forças Armadas. Vídeo

“O que eu sempre sonhei foi libertar o Brasil da ideologia nefasta de esquerda. Um dos grandes inspiradores meus está aqui à minha direita, o professor Olavo de Carvalho”, disse

Foto: Alan Santos/Presidência da República
O presidente Jair Bolsonaro declarou, em um jantar de conservadores, seu primeiro compromisso oficial nos EUA, na noite deste domingo (17), que “o Brasil caminhava para o socialismo, para o comunismo e quis a vontade de Deus, entendo dessa maneira, que dois milagres aconteceram, um é a minha vida e o outro é a eleição e essa missão que nos foi dada”, contou. Bolsonaro disse ainda, sob risos: “nós sabemos que quando a diplomacia não dá muito certo, na retaguarda têm as Forças Armadas. O caminho é sempre o mesmo. Sempre estamos juntos. Parece até que estamos de lados opostos,...

O presidente Jair Bolsonaro declarou, em um jantar de conservadores, seu primeiro compromisso oficial nos EUA, na noite deste domingo (17), que “o Brasil caminhava para o socialismo, para o comunismo e quis a vontade de Deus, entendo dessa maneira, que dois milagres aconteceram, um é a minha vida e o outro é a eleição e essa missão que nos foi dada”, contou.

Bolsonaro disse ainda, sob risos: “nós sabemos que quando a diplomacia não dá muito certo, na retaguarda têm as Forças Armadas. O caminho é sempre o mesmo. Sempre estamos juntos. Parece até que estamos de lados opostos, mas não, nós estamos do mesmo lado”, afirmou.

Sobre o seu governo, o presidente disse que “o Brasil não é um terreno aberto onde nós pretendemos construir coisas para o nosso povo. Nós temos que desconstruir muita coisa, desfazer muita coisa para depois, então começarmos a fazer. Que eu sirva para que, pelo menos, eu possa ser um ponto de inflexão já estou muito feliz”, comentou.

Durante o jantar, Bolsonaro se sentou à mesa entre Olavo de Carvalho e o ex-estrategista de Donald Trump, Steve Bannon. A ceia foi na residência do embaixador do Brasil em Washington, Sergio Amaral.

Veja também:  Bolsonaro exclui médico, juiz, psicólogo e sociedade civil de Conselho Nacional de Políticas sobre drogas

“O que eu sempre sonhei foi libertar o Brasil da ideologia nefasta de esquerda. Um dos grandes inspiradores meus está aqui à minha direita, o professor Olavo de Carvalho, que é o inspirador de muitos jovens no Brasil. Em grande parte devemos a ele a revolução que estamos vivendo.”

Bolsonaro lembrou ainda que quando resolveu se candidatar a presidente, “nem a minha esposa acreditava. A minha campanha foi em cima do preceito bíblico “Conhecereis a verdade que a verdade vos libertará”, lembrou.

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum