Imprensa livre e independente
21 de junho de 2019, 08h51

Bolsonaro se lança candidato à sua reeleição

Na cidade onde cresceu, presidente agradece quem votou nele e a quem não votou. E diz que lá na frente “todos votarão, tenho certeza”

Com menos de um semestre de governo e depois de ter prometido durante toda a campanha eleitoral de 2018 que não seria candidato à reeleição, o presidente Jair Bolsonaro disse ontem em dois diferentes eventos que que cogita ser candidato para um novo mandato em 2022. Durante a Marcha para Jesus, evento evangélico realizado na capital de São Paulo, ele vinculou de forma curiosa esta sua decisão a uma reforma política: “Se não tiver uma boa reforma política e se o povo quiser, estamos aí para continuar mais quatro anos”, disse. Mais cedo, durante agenda na cidade de Eldorado, no...

Com menos de um semestre de governo e depois de ter prometido durante toda a campanha eleitoral de 2018 que não seria candidato à reeleição, o presidente Jair Bolsonaro disse ontem em dois diferentes eventos que que cogita ser candidato para um novo mandato em 2022.
Durante a Marcha para Jesus, evento evangélico realizado na capital de São Paulo, ele vinculou de forma curiosa esta sua decisão a uma reforma política: “Se não tiver uma boa reforma política e se o povo quiser, estamos aí para continuar mais quatro anos”, disse.

Mais cedo, durante agenda na cidade de Eldorado, no interior de São Paulo, Bolsonaro já havia indicado a intenção de concorrer novamente. “Meu muito obrigado a quem votou e a quem não votou em mim. Lá na frente, todos votarão, tenho certeza”, afirmou aos moradores da cidade onde foi criado. Bolsonaro esteve no município para visitar a mãe e familiares.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo

Veja também:  Em mais uma homenagem a militares, Bolsonaro diz que "Brasil precisa de uma quimioterapia"

A referência sobre a reforma política, segundo Bolsonaro, teria relação com o fim da reeleição. “Se tiver uma boa reforma política, eu posso até, nesse caldeirão, jogar fora a possibilidade de reeleição. Posso fazer isso aí. Agora, se não tiver, estamos aí.”

Segundo informações de O Estado de S. Paulo, um aliado próximo do presidente disse acreditar que Bolsonaro “se lançou” à reeleição para estreitar laços com o público evangélico e ter, nesse eleitorado, o esteio de sua popularidade. Entre alguns líderes evangélicos, há, ainda, a expectativa de o presidente atrair um vice desse segmento em um eventual novo mandato.

A inspiração de Bolsonaro para uma reforma política provavelmente tem conexão com as realizadas na ditadura militar, período da história que ele defende como o melhor da história do Brasil. Naqueles anos, entre outras coisas, o governo mudou as regras da proporção de deputados por estado e criou novas unidades da federação para privilegiar a Arena, partido do governo. Não satisfeito, ainda criou a figura do senador biônico, que era indicado pelo presidente da República. Os senadores biônicos eram 1/3 do Senado. Isso garantia que tudo o que governo desejasse era aprovado naquela Casa.

Veja também:  Assista ao vídeo das 10 medidas para o qual Dallagnol pediu recursos ilegais a Moro

Com informações de O Estado de S. Paulo

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum