Imprensa livre e independente
20 de junho de 2019, 08h21

Bolsonaro será o destaque da Marcha para Jesus

Bolsonaro subirá ao palco ao lado do deputado federal Marco Feliciano (Podemos-SP), pastor da Catedral do Avivamento e que se tornou um dos principais articuladores do presidente junto à bancada evangélica no Congresso.

Jair Bolsonaro será o primeiro presidente da República a participar da Marcha para Jesus, principal encontro evangélico do País. O evento ocorre em São Paulo há 27 anos e reúne milhares de pessoas, de diversas denominações evangélicas. Hoje os protestantes são cerca de 30% da população do país, aproximadamente 60 milhões. Não é a primeira vez que Bolsonaro vai ao evento. No ano passado, ainda como pré-candidato à Presidência da República, ele foi à marcha acompanhado do então senador Magno Malta, que é pastor, não se reelegeu e foi traído por Bolsonaro que havia prometido a ele um ministério. Inscreva-se...

Jair Bolsonaro será o primeiro presidente da República a participar da Marcha para Jesus, principal encontro evangélico do País. O evento ocorre em São Paulo há 27 anos e reúne milhares de pessoas, de diversas denominações evangélicas. Hoje os protestantes são cerca de 30% da população do país, aproximadamente 60 milhões.

Não é a primeira vez que Bolsonaro vai ao evento. No ano passado, ainda como pré-candidato à Presidência da República, ele foi à marcha acompanhado do então senador Magno Malta, que é pastor, não se reelegeu e foi traído por Bolsonaro que havia prometido a ele um ministério.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo

Na macha do ano passado, Bolsonaro afirmou que, se eleito, voltaria lá. A confirmação veio em março deste ano, quando recebeu no Palácio do Planalto lideranças evangélicas.

Bolsonaro subirá ao palco ao lado do deputado federal Marco Feliciano (Podemos-SP), pastor da Catedral do Avivamento e que se tornou um dos principais articuladores do presidente junto à bancada evangélica no Congresso. Também estará acompanhado do líder do PSL no Senado, Major Olimpio (SP).

Veja também:  Ronaldinho Gaúcho não pode sair do país, confirma Toffoli

Bolsonaro tem no segmento evangélico sua base popular mais fiel. Desde que percebeu a força deste grupo social, ele se batizou e passou a frequentar cultos. Sua esposa é uma evangélica fervorosa. Na eleição do ano passado, ampla maioria deste segmento votou nele para presidente. E a rede de pastores foi fundamental para que um aliado seu, o governador do Rio, Wilson Witzel, derrotasse Eduardo Paes.

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum