Imprensa livre e independente
24 de maio de 2019, 14h08

Bolsonaro usa helicóptero para driblar protestos no Recife

Em sua primeira viagem oficial ao nordeste, Jair Bolsonaro usou um helicóptero para driblar protestos e evitar contato com a população pernambucana

Protesto contra Bolsonaro no Recife (Reprodução/Twitter)
Em sua primeira viagem oficial ao nordeste, Jair Bolsonaro (PSL) usou um helicóptero para driblar protestos e evitar contato com a população do Recife (PE), cidade onde participa da reunião do conselho deliberativo da Sudene (Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste), nesta sexta-feira (24). Bolsonaro chegou à capital pernambucana por volta de 9h da manhã, pousando em uma base aérea, próxima ao aeroporto internacional da cidade. Em seguida, pegou um helicóptero para se deslocar cerca de 15 km até o Instituto Ricardo Brennand, complexo cultural da cidade onde acontece o evento com governadores da região. Pela internet, manifestantes marcaram de se...

Em sua primeira viagem oficial ao nordeste, Jair Bolsonaro (PSL) usou um helicóptero para driblar protestos e evitar contato com a população do Recife (PE), cidade onde participa da reunião do conselho deliberativo da Sudene (Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste), nesta sexta-feira (24).

Bolsonaro chegou à capital pernambucana por volta de 9h da manhã, pousando em uma base aérea, próxima ao aeroporto internacional da cidade.

Em seguida, pegou um helicóptero para se deslocar cerca de 15 km até o Instituto Ricardo Brennand, complexo cultural da cidade onde acontece o evento com governadores da região.

Pela internet, manifestantes marcaram de se reunir próximo ao local, com previsão de carro de som, leitura de carta aberta e até a queima de um caixão. A programação do Palácio do Planalto, no entanto, evitaria que Bolsonaro passasse perto de qualquer protesto.

Veja também:  Glenn Greenwald sobre novos vazamentos: Vão querer prender Reinaldo Azevedo?

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum