AULA DE GEOGRAFIA

Moro associa "dificuldades" no Nordeste ao "sol" e vira piada nas redes; veja vídeo

Para o ex-juiz, o sol é o responsável por tornar o clima da região "árido ou semiárido", sendo que clima árido não existe no Brasil e semiárido é caracterizado por falta de chuvas, e não incidência de sol

Moro em viagem pelo Nordeste.Créditos: Divulgação
Escrito en BRASIL el

Sergio Moro, pré-candidato pelo Podemos à presidência da República, demonstrou, mais uma vez, desconhecer a região Nordeste do Brasil, onde tenta, sem sucesso, capitalizar votos. 

Em entrevista à Rádio Difusora de Mossoró (RN), nesta segunda-feira (21), o ex-juiz associou "dificuldades" no Nordeste ao Sol. A fala se deu ao "explicar" como promoveria o desenvolvimento na região caso seja eleito presidente. Em sua declaração, cometeu uma gafe geográfica. 

"O Nordeste pode liderar o país pela condição geográfica e climática. Todo aquele sol é fantástico para o turismo, mas às vezes traz dificuldades para as pessoas por deixar o clima árido ou semiárido. Mas todo esse sol pode ser hoje, no fundo, a grande vantagem do Nordeste", disparou. 

No Brasil, diferente do que disse Moro, não existe clima árido. Os climas brasileiros são tropical, equatorial, tropical de altitude, semiárido, tropical atlântico e subtropical.

Além disso, não é o sol que "deixa o clima semiárido", como tentou explicar o ex-juiz em sua "aula de geografia". O clima semiárido brasileiro é caracterizado, principalmente, pela escassez de chuvas, que acontecem de forma irregular.

A fala do presidenciável sobre o "sol do Nordeste" gerou piadas nas redes sociais. "É só apagar o sol que começa a chover, como nunca tinham pensado nisso antes!", comentou, por exemplo, o ilustrador Cris Siqueira, em meio a inúmeras reações do tipo. 

Assista