GOLPE

Treinador da base do Palmeiras cai no 'golpe do amor' e passa horas sequestrado

Argentino foi raptado e teve valores roubados de sua conta bancária

Rciardo Pabon, treinador do sub-16 do PalmeirasCréditos: Reprodução/Redes Sociais
Escrito en BRASIL el

O treinador argentino Ricardo Pabon, de 52 anos de idade, foi vítima do 'golpe do amor' após sair para um encontro com uma mulher na zona leste de São Paulo.

O técnico da equipe sub-16 do Palmeiras foi se encontrar com uma mulher chamada Anny Oliveira. Ele saiu de um hotel em Itaquera, na zona leste de São Paulo, e foi para o bairro de Cidade Tiradentes de Uber.

Durante a corrida, ele conversou com o motorista e informou para onde estava indo, onde trabalhava e outros detalhes de sua vida pessoal.

Quando chegou lá, o carro em que Pabon estava foi cercado por bandidos, que roubaram pertences e dinheiro da conta bancária  da vítima.

O motorista de Uber também foi prejudicado pelos criminosos, que se separaram em dois carros. Pabon teve o rosto coberto por um capuz enquanto estava sob o poder dos bandidos, e valores foram movimentados em sua conta bancária.

Durante o sequestro, Pabon recebeu telefonemas de amigos e foi orientado a fingir que estava bem, dizendo que estava no Shopping Itaquera. Enquanto isso, seu celular e cartões de crédito  foram roubados.

Além disso, os bandidos roubaram sua conta bancária, mas não foi especificado o valor no B.O, registrado no 49ª DP da Polícia Civil (São Mateus) após o incidente. 

O motorista de aplicativo também foi vítima dos criminosos, sendo levado até uma região próxima ao Aeroporto de Guarulhos, onde foi liberado após ter dois celulares roubados.