No rastro do óleo do Nordeste
08 de novembro de 2019, 07h35

Acusado de assassinar Marielle, Ronnie Lessa usava foto de Bolsonaro no perfil do WhatsApp

No inquérito, investigadores detalham que a foto de perfil do ex-policial mostra o presidente entre duas bandeiras de Israel

Sargento reformado Ronnie Lessa (reprodução)

Principal suspeito pelo assassinato de Marielle Franco e Anderson Gomes, o ex-policial Ronnie Lessa exibia em seu perfil pessoal de WhatsApp uma foto do presidente Jair Bolsonaro (PSL). Informação foi detalhada por investigadores no inquérito sobre o assassinato da vereadora.

Na imagem, Bolsonaro aparece entre duas bandeiras de Israel. A fotografia do presidente usada por Ronnie Lessa e é facilmente encontrada na internet, conforme informou Daniela Lima, da Folha de S.Paulo.

Essa é mais uma informação coletada por investigadores através de um dos celulares do ex-policial. Ronnie Lessa também carregava no aparelho uma foto da planilha escrita à mão pelo porteiro que mostra que Elcio Queiroz teria tido acesso ao condomínio Vivendas da Barra por permissão do “Seu Jair”, da casa 58 – de propriedade de Jair Bolsonaro. A foto foi enviada por Elaine Lessa, esposa de Ronnie Lessa, no dia 22 de janeiro, dois dias antes de Lessa e Queiroz serem ouvidos na Delegacia de Homicídios sobre o assassinato, quando ainda estavam soltos.

O aparelho celular foi apreendido em março, durante a operação que levou Lessa e Queiroz para a prisão, mas estava bloqueado por senhas.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum