Além de doar R$ 10 milhões para o combate ao coronavírus, Magazine Luiza dobra auxílio-creche de funcionários

Empresa ainda doou monitores cardíacos, ventiladores, colchões e travesseiros para unidades de saúde

A rede varejista Magazine Luíza anunciou, neste domingo (29), que vai dobrar o valor do auxílio-creche pago às suas funcionárias que não podem fazer o trabalho em casa – o chamado home officce. O benefício, que serve para auxiliar mães que têm que deixar os filhos em creche, passará de R$250 para R$500.

O intuito do aumento do valor é ajudar as funcionárias em meio à pandemia do coronavírus, já que as trabalhadores já vêm sofrendo com o fechamento de creches e escolas.

Na sexta-feira, a empresa já havia anunciado a doação de R$10 milhões ao Sistema Único de Saúde (SUS) para a compra de equipamentos hospitalares para o combate ao coronavírus. Além disso, a rede monitores cardíacos para o Hospital Emílio Ribas, de São Paulo, centro de referência nacional em infectologia, e ventiladores pulmonares para uma unidade do Sistema Público de Saúde (SUS) localizada na Vila Guilherme, bairro onde fica a sede do Magazine Luiza.

Fora as doações em dinheiro e equipamentos hospitalares, a rede também doou 4 mil colchões e travesseiros para os governos estaduais do Pará e da Bahia. 

Em entrevista ao Estadão na última semana, a presidente do conselho administrativo do Magazine Luiza, a empresária Luiza Trajano, afirmou que tem conversado muito com pequenos e médios empreendedores sobre a crise do coronavírus.

“Fazia muito tempo em que nas minhas palestras estava pregando que as lojas físicas não iriam acabar, mas entrar no digital é muito importante. O que se tira desta crise é que a gente vai ter de se reinventar”, disse Luiza, que também é presidente do Grupo Mulheres do Brasil.

Avatar de Redação

Redação

Direto da Redação da Revista Fórum.