Fórum Educação
30 de março de 2020, 16h06

Além de doar R$ 10 milhões para o combate ao coronavírus, Magazine Luiza dobra auxílio-creche de funcionários

Empresa ainda doou monitores cardíacos, ventiladores, colchões e travesseiros para unidades de saúde

Reprodução

A rede varejista Magazine Luíza anunciou, neste domingo (29), que vai dobrar o valor do auxílio-creche pago às suas funcionárias que não podem fazer o trabalho em casa – o chamado home officce. O benefício, que serve para auxiliar mães que têm que deixar os filhos em creche, passará de R$250 para R$500.

O intuito do aumento do valor é ajudar as funcionárias em meio à pandemia do coronavírus, já que as trabalhadores já vêm sofrendo com o fechamento de creches e escolas.

Na sexta-feira, a empresa já havia anunciado a doação de R$10 milhões ao Sistema Único de Saúde (SUS) para a compra de equipamentos hospitalares para o combate ao coronavírus. Além disso, a rede monitores cardíacos para o Hospital Emílio Ribas, de São Paulo, centro de referência nacional em infectologia, e ventiladores pulmonares para uma unidade do Sistema Público de Saúde (SUS) localizada na Vila Guilherme, bairro onde fica a sede do Magazine Luiza.

Fora as doações em dinheiro e equipamentos hospitalares, a rede também doou 4 mil colchões e travesseiros para os governos estaduais do Pará e da Bahia. 

Em entrevista ao Estadão na última semana, a presidente do conselho administrativo do Magazine Luiza, a empresária Luiza Trajano, afirmou que tem conversado muito com pequenos e médios empreendedores sobre a crise do coronavírus.

“Fazia muito tempo em que nas minhas palestras estava pregando que as lojas físicas não iriam acabar, mas entrar no digital é muito importante. O que se tira desta crise é que a gente vai ter de se reinventar”, disse Luiza, que também é presidente do Grupo Mulheres do Brasil.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum