Ao menos 75 integrantes do PCC fogem de presídio na fronteira do Paraguai com o Brasil

A Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública de Mato Grosso do Sul informou que o policiamento em Ponta Porã e Dourados, maior cidade da região e possível destino de fugitivos, foi reforçado

O governo do Paraguai informou que pelo menos 75 detentos da organização criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) fugiram da Penitenciária Regional de Pedro Juan Cabellero (Paraguai), que fica na fronteira com a cidade brasileira de Ponta Porã (Mato Grosso do Sul), na madrugada deste domingo (19).

Considerado líder da facção no presídio, Timoteo Ferreira, está entre os foragidos, que esparam por um túnel cavado dentro da cadeia.

Cinquenta dos detidos estavam em um piso superior e 25 no inferior, onde o túnel foi cavado. Para ter acesso ao piso inferior, os detentos devem passar por um portão, que deve permanecer trancado.

A Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) de Mato Grosso do Sul informou que o policiamento em Ponta Porã e Dourados, maior cidade da região e possível destino de fugitivos, foi reforçado com equipes da Polícia Militar e da Polícia Civil.

Avatar de Redação

Redação

Direto da Redação da Revista Fórum.

Em 2021, escolha a Fórum.

Fazer jornalismo comprometido com os direitos humanos e uma perspectiva de justiça social exige apoio dos leitores. Porque se depender do mercado e da publicidade oficial de governos liberais esses projetos serão eliminados. Eles têm lado e sabem muito bem quem devem apoiar.

Por isso, neste momento que você está renovando suas escolhas e está pensando em qual site apoiar, que tal escolher a Fórum?

Se fizer isso, além de garantir tranquilidade para o nosso trabalho, você terá descontos de no mínimo 50% nos cursos que já temos em nossa plataforma do Fórum Educação.

Renato Rovai
Editor da Revista Fórum

APOIAR