Ao menos 75 integrantes do PCC fogem de presídio na fronteira do Paraguai com o Brasil

A Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública de Mato Grosso do Sul informou que o policiamento em Ponta Porã e Dourados, maior cidade da região e possível destino de fugitivos, foi reforçado

O governo do Paraguai informou que pelo menos 75 detentos da organização criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) fugiram da Penitenciária Regional de Pedro Juan Cabellero (Paraguai), que fica na fronteira com a cidade brasileira de Ponta Porã (Mato Grosso do Sul), na madrugada deste domingo (19).

Considerado líder da facção no presídio, Timoteo Ferreira, está entre os foragidos, que esparam por um túnel cavado dentro da cadeia.

Cinquenta dos detidos estavam em um piso superior e 25 no inferior, onde o túnel foi cavado. Para ter acesso ao piso inferior, os detentos devem passar por um portão, que deve permanecer trancado.

A Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) de Mato Grosso do Sul informou que o policiamento em Ponta Porã e Dourados, maior cidade da região e possível destino de fugitivos, foi reforçado com equipes da Polícia Militar e da Polícia Civil.

Avatar de Redação

Redação

Direto da Redação da Revista Fórum.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR