#Fórumcast, o podcast da Fórum
06 de outubro de 2019, 20h08

Após negligência de Bolsonaro, Sergipe declara situação de emergência por óleo nas praias

No estado, as primeiras manchas de petróleo começaram a aparecer no dia 24 de setembro. No entanto, apenas na noite deste sábado (5) o presidente Jair Bolsonaro decidiu iniciar uma investigação do caso

Manchas de óleo na Praia dos Artistas - Foto: Adema/SE

O governo de Sergipe decretou situação de emergência neste domingo (6) devido ao aumento de danos ambientais causado pelo óleo que vem tomando as praias do Nordeste do País desde setembro. O presidente Jair Bolsonaro (PSL) se pronunciou sobre a tragédia apenas na noite deste sábado (5), pedindo a investigação da origem das manchas.

No entanto, as primeiras manchas de petróleo começaram a aparecer no dia 24 de setembro, segundo o governo de Sergipe. “A preocupação é que a situação vem se agravando com o aumento da quantidade de manchas, o que faz com que o governo tenha que definir novas ações”, explicou, em nota, o governo do Estado. O governo também informou que está realizando a limpeza através da Administração Estadual do Meio Ambiente (Adema) vem atuando com outros órgãos na limpeza da areia e na coleta de amostras de água para serem analisadas e enviadas também para a Marinha do Brasil, que ajuda no caso.

Por conta da dimensão do caso, um gabinete de crise foi criado no Estado para acompanhar a situação e, na segunda-feira (7), o ministro do meio-ambiente, Ricardo Salles, é esperado para um voo sobre os locais atingidos.

Praias de nove estados da região Nordeste já foram atingidas pelo petróleo que começou a aparecer na costa no início de setembro. De acordo com o Ibama, já são quase 130 praias atingidas em todo o Nordeste. Até agora, a Marinha não soube informar ainda o tamanho da área atingida e de onde veio o material, mas informou que está coletando amostras do óleo para análise no Instituto do Meio Ambiente Paulo Moreira.

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum