Fórumcast, o podcast da Fórum
08 de fevereiro de 2019, 17h41

Área de incêndio no Ninho do Urubu não tinha licença para funcionar como dormitório

Prefeitura do Rio vai determinar a abertura de um processo de investigação para apurar as responsabilidades

Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil

A área onde estavam alojados os jogadores das categorias de base do Flamengo, mortos durante incêndio na madrugada desta sexta-feira (8), no Rio de Janeiro, não tinha autorização da prefeitura para funcionar como dormitório, de acordo com informações de O Globo.

A prefeitura divulgou nota informando que a área do Ninho do Urubu, que estava sendo usada como alojamento, só poderia funcionar como estacionamento.

A administração municipal diz, ainda, que a atual licença do CT, aprovada em 5 de abril de 2018, tem validade até 8 de março e que só “há inspeção neste tipo de edificação em casos de denúncia”.

A direção do Flamengo disse que não vai se manifestar por enquanto sobre a questão. Dez pessoas morreram no incêndio que atingiu o Ninho do Urubu.

Íntegra da nota da prefeitura do Rio:

Sobre o processo de licenciamento do Centro de Treinamento Presidente George Helal, conhecido como Ninho do Urubu, a Prefeitura vem a público prestar os seguintes esclarecimentos:

1) A atual licença do CT tem validade até 08/03/2019;

2) A área de alojamento atingida pelo incêndio, não consta do último projeto aprovado pela área de licenciamento, em 05/04/18, como edificada.

3) No projeto protocolado, a área está descrita como um estacionamento;

4) Não há registros de novo pedido de licenciamento da área para uso como dormitórios;

5) Por determinação da legislação em vigor, a coordenação de licenciamento informa que só há inspeção neste tipo de edificação em casos de denúncia;

6) A Prefeitura vai determinar a abertura de um processo de investigação para apurar as responsabilidades.

Nossa sucursal em Brasília já está em ação. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Saiba mais.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum