Fórumcast, o podcast da Fórum
14 de outubro de 2017, 12h44

Atriz Lucy Ramos denuncia racismo na sua conta no Instagram

Xingada de macaca, a atriz disse que pensou muito se deveria ou não postar as ofensas, mas fez “questão de postar para dizer que não podemos deixar esse tipo de pessoa sair ofendendo outras”

Da Redação*

A atriz Lucy Ramos usou sua conta no Instagram para fazer uma denúncia de racismo nesta sexta-feira (13). A atriz, que viveu a Leila de A Força do Querer, mostrou prints de comentários abusivos deixados em seu perfil no Instagram e fez um desabafo, dizendo que vai procurar seus direitos. “Como pode uma pessoa criar uma conta no Instagram, única e exclusivamente para ofender outras pessoas! Porque com certeza eu não fui a única. A covardia é tanta que nem mostrar o rosto teve coragem. Mas eu me amo, me aceito, me respeito, sei quem sou, para o que luto e vivo. E digo claramente que nada disso me atingiu”, explicou ela.

A atriz contou que ficou em dúvida se compartilharia as agressões que recebeu.  “Pensei muito se deveria ou não postar essas ofensas, mas fiz questão de postar para dizer que não podemos deixar esse tipo de pessoa sair ofendendo outras, se escondendo por trás da internet e achando que nada vai lhe acontecer. Estou indo atrás dos meus direitos e essa pessoa não vai sair impune”, avisou.

Lucy, que viveu a mulher de Caio (Rodrigo Lombardi) na trama das 9 até setembro, recebeu apoio ao publicar a denúncia. “Racismo não é inveja, é crime de ódio. Denuncie!”, disse uma fã. “Você é porta-voz daquelas que se calam”, afirmou um seguidor da atriz.

As agressões sofridas por Lucy Ramos (Foto: Reprodução Instagram)

*Com informações do Quem Acontece

Foto Principal: Dario Zalis/Divulgação

Foto: Instagram


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum