Fórumcast, o podcast da Fórum
21 de agosto de 2019, 16h07

Autor de atentado em escola de Charqueadas, no Rio Grande do Sul, tem 16 anos

Caso relembra ataque à escola em Suzano, em março; não há feridos com risco de morte até o momento

Foto: Reprodução

Segundo o Corpo de Bombeiros, o autor do ataque ao Instituto Estadual de Educação Assis Chateaubriand, em Charqueadas (RS), é um jovem de 16 anos. Ele teria entrado na escola com uma machadinha e um galão de gasolina, atacado seis alunos e fugido. Os feridos foram encaminhados para o Hospital de Charqueadas, um menino de 12 anos já recebeu alta.

Entre os feridos, estão quatro meninos e duas meninas. Inicialmente, havia sido informado que uma professora havia sido atacada, mas novas informações dão conta de que um professor tentou conter o jovem, mas não foi ferido. Os dois casos mais graves foram das duas meninas, mas nenhuma delas corre risco de vida, segundo o hospital.

O Facebook silenciou a Fórum. Censura? Clique aqui e nos ajude a lutar contra isso

Segundo a Rádio Gaúcha, um dos jovens atacados já recebeu alta. Nicolas, de 12 anos, foi golpeado nas costas pela machadinha, mas não teve grandes complicações.

O autor do ataque tentou incendiar uma das salas da escola, mas foi contido por um funcionário do instituto. Ainda não há confirmação se o jovem, que fugiu pulando o muro, era aluno da instituição. O circuito interno de câmeras está sendo acionado e a polícia faz buscas na região.

Suzano

O caso de Charqueadas relembra a tragédia de Suzano, em março, na qual dois ex-alunos da Escola Estadual Raul Brasil entraram na instituição com armas e uma besta (uma espécie de arco e flecha). O episódio resultou na morte de dez pessoas, entre alunos, funcionários da escola, um parente de aluno e os dois suspeitos. Segundo a polícia, o atirador mais jovem matou o comparsa e logo em seguida cometeu suicídio. Ambos eram ex-alunos da escola, teriam sido motivados por fóruns da deep web e chegaram a planejar um estupro coletivo para “deixar o crime inesquecível”.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum