Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
25 de dezembro de 2019, 20h50

Blogueira Lola recebe nova ameaça de morte: “Hoje é seu último dia na Terra”

Anônimo que enviou mensagem para a blogueira feminista prometeu matá-la e torturá-la, dizendo ainda que sabe onde ela mora e que está no mesmo bairro; Lola compartilhou a ameaça e recebeu solidariedade de seguidores

Foto: Reprodução

A blogueira feminista Lola Aronovich recebeu uma nova ameaça de morte nesta quarta-feira (25), em pleno Natal. Alvo constante dos chamados “mascus” – abreviação de “masculinistas”, termo que define homens misóginos de direita -, Lola compartilhou a mensagem anônima em seu Twitter.

“Hoje eu vou te matar, Lola. Vou matar vc, sua mãe e o Silvinho. Os três vão ser torturados e mortos hoje. Eu já estou em frente à UFC, me dirigindo até sua casa. Não adianta trancar a porta. Hoje é o seu último dia na Terra”, escreveu o ameaçador anônimo.

A blogueira, no entanto, não se intimidou e rebateu ao compartilhar a mensagem. “Certeza que esse mascutroll anônimo q me ameaça se acha cristão e cidadão de bem. Não dá pra desejar-lhe mal pq um cara q passa o Natal assim já tem uma existência miserável”, disse.

Após a postagem, formou-se no Twitter de Lola, como sempre acontece quando há ameaças contra ela, uma verdadeira rede de solidariedade.

Lei Lola

Lola Aronovich é ativista e atua em casos de violência contra a mulher. É constantemente ameaçada de morte e, por conta disto, já fez diversos boletins de ocorrência.

Em dezembro de 2017, a deputada federal Luizianne Lins (PT-CE), aprovou o projeto de lei 4614/16 inspirado na atuação de Lola, que atribui à Polícia Federal (mas não só a ela) a investigação de crimes de ódio contra as mulheres pela internet.

O PL virou lei ordinária em abril de 2018. Ele altera a Lei nº 10.446, de 8 de maio de 2002, para acrescentar atribuição à Polícia Federal no que concerne à investigação de crimes praticados por meio da rede mundial de computadores que difundam conteúdo misógino, definidos como aqueles que propagam o ódio ou a aversão às mulheres.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum