No rastro do óleo do Nordeste
12 de junho de 2019, 16h30

Brasil é o país mais afetado em ataque ao Telegram realizado nesta quarta-feira

A empresa assegura que o serviço não foi hackeado, e sim que sofreu um ataque de bots, que tornou serviço mais lento ou simplesmente interrompeu a transmissão em algumas regiões

Mapa produzido pelo site Down Detector mostra os lugares mais atingidos pelo ataque ao Telegram.

O Telegram sofreu um ataque de bots nesta quarta-feira (12) que afetou o serviço em todo o continente americano, especialmente em algumas regiões do Brasil. Segundo o mapa organizado pelo site Down Detector, é possível ver que o Sudeste e parte do Centro-Oeste e do Nordeste brasileiros são as áreas onde o serviço foi mais comprometido.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo

Um comunicado difundido pela empresa via Twitter diz que “nós enfrentamos um poderoso ataque DDoS, e os usuários do Telegram nas Américas e alguns outros países podem enfrentar problemas de conexão”.

O Telegram também afirma que o serviço não foi hackeado, e sim que sofreu um ataque de bots, que tornou serviço mais lento ou simplesmente interrompeu a transmissão em algumas regiões.

O mapa não apresenta números específicos de usuários afetados, mas aponta os locais onde o serviço apresentou maior lentidão ou interrupção temporária – os locais onde as manchas mostram tonalidades mais escuras são os mais atingidos.

A notícia de ataques ao Telegram vem em meio ao escândalo de conversas de procuradores e do ministro Sérgio Moro vazadas através do aplicativo.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum