Brasil pode ter apagão de energia e governo já pensa em comitê de crise

Regime de racionamento não só de energia elétrica, mas também de água, estão entre as medidas a serem tomadas que estão sendo estudadas pelo governo Bolsonaro

Publicidade

O Brasil atravessa uma severa crise hídrica que pode afetar em cheio as hidrelétricas e fazer o país passar por “apagões” de energia. Segundo o Conselho de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE), o déficit de precipitação (chuvas) entre setembro de 2020 e maio de 2021 foi o pior em 91 anos.

Temendo que a situação se agrave, o governo Bolsonaro, segundo jornal Valor, já estaria pensando em um comitê de crise que trabalha com inúmeras hipóteses, entre elas o racionamento de energia elétrica e até mesmo de fornecimento de água. Nem a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e nem o CMSE divulgaram, ainda, qual será o plano de ação.

Publicidade

Segundo interlocutores ouvidos pelo jornal Valor, o governo já saberia do problema há algum tempo e que já poderia ter agido, mas não o fez. Até mesmo o Tribunal de Contas da União (TCU) já está acompanhando de perto a crise. O ministro Benjamin Zymler determinou que a Secretaria de Fiscalização de Infraestrutura em Energia Elétrica (Seinfraelétrica) monitore o risco de apagões.

De acordo com o jornal Estadão, o governo deve emitir nesta sexta-feira (28) um alerta de emergência hídrica para o período de junho a setembro em cinco estados brasileiros: Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso do Sul, São Paulo e Paraná. Trata-se do primeiro alerta do tipo emitido em 111 anos de monitoramento meteorológico no país.

Publicidade
Publicidade

Em meio a essa crise, a Câmara dos Deputados aprovou, na última semana, uma Medida Provisória do governo que abre caminho para a privatização da Eletrobras, o que deve culminar no aumento da tarifa de energia elétrica para os consumidores.

Publicidade
Publicidade

Avatar de Ivan Longo

Ivan Longo

Jornalista, editor de Política, desde 2014 na revista Fórum. Formado pela Faculdade Cásper Líbero (SP). Twitter @ivanlongo_

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR