Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
31 de janeiro de 2020, 08h34

Briga pela herança: Filhos de Gugu Liberato foram concebidos na clínica de Roger Abdelmassih

Patrimônio do apresentador pode chegar a 1 bilhão de reais

Foto: Divulgação

O valor total do patrimônio do apresentador Gugu Liberato pode chegar a 1 bilhão de reais. E é por essa quantia que a sua família começou a brigar, logo depois do seu enterro.

Uma hora e meia após o sepultamento, em 29 de novembro, os familiares se reuniram para ler o testamento, coisa que costuma acontecer apenas após a missa de sétimo dia.

O documento, que foi feito em 2011, distribuiu a herança da seguinte forma: 75% para os filhos (João Augusto, 18 anos, e as gêmeas Sofia e Marina, de 16) e 25% para os cinco sobrinhos. Maria do Céu, de 90 anos, mãe do apresentador, ficou com uma espécie de pensão vitalícia de 163 000 reais.

A mansão de Orlando, onde morreu Gugu: avaliada em 6,7 milhões de reais //Divulgação

O pomo da discórdia, Rose Miriam di Matteo, a mãe dos seus três filhos, ficou sem nada. Gugu, que a apresentava como “minha família”, não deixou em seu nome nem uma quitinete.

Rose assinou o documento, mas logo em seguida contratou o advogado Nelson Wilians, dono do maior escritório de advocacia da América Latina, para entrar com uma ação de reconhecimento de união estável. Ela pretende anular o testamento para ficar com 62,5% de toda a fortuna. “Não posso aceitar um acordo em que não tenho dinheiro nem para fazer mercado”, afirma. Ela alega que estava exausta e sob efeito de remédios quando assinou o testamento. “Eu não dormia fazia dias e não tinha a dimensão do que isso representaria”, justifica-se.

Para a família de Gugu, Rose e o apresentador eram apenas amigos que decidiram ter filhos. Daí a ausência e a não contemplação dela na herança.

Parentes de Gugu afirmam que o casal nunca teve relacionamento amoroso. Os três filhos do casal foram concebidos na clínica do médico Roger Abdelmassih, que depois seria condenado a 181 anos de prisão por 48 estupros em 37 pacientes em sua clínica de reprodução assistida. “Eu e Gugu éramos um casal, e chegou uma hora em que decidimos ter filhos. Como eu tinha ovário policístico, procuramos o doutor Roger”, explica Rose.

A família da alegada viú­va vivia em torno do patrimônio de Gugu. O irmão de Rose, Gianfrancesco di Matteo, ou Gian, como é conhecido, ganhou uma padaria de luxo de 12 milhões de reais do apresentador, na região da Avenida Paulista, mas faliu o negócio logo em seguida. Depois da morte de Gugu, ele foi para Orlando e vive junto com a irmã e os sobrinhos.

Ex-assistente de palco de Gugu, Rose diz ter começado uma relação amorosa com o apresentador há quase vinte anos, mas isso nunca foi formalizado em contrato de casamento ou de união estável. Mesmo tendo três filhos, eles jamais moraram na mesma casa. Quando ia para Orlando, o que acontecia com frequência, Gugu ocupava o próprio quarto. “Nós éramos uma família, mas não morávamos debaixo do mesmo teto”, afirma Rose. Como provas da relação, ela vai reunir as inú­meras capas de revista em que consta como “companheira” e “família” de Gugu.

Leia o texto completo na Veja

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum