domingo, 20 set 2020
Publicidade

Caetano Veloso vai interpelar na Justiça bispo que disse desejar dar veneno de rato a ele

O músico Caetano Veloso decidiu que vai interpelar na Justiça Dom José Francisco Falcão, bispo auxiliar do Ordinariado Militar do Brasil, de acordo com informações de Guilherme Amado, da Época.

Em missa na noite do dia 31 de março, “aniversário” do golpe de 1964, com a presença de Joseita Brilhante Ustra, viúva do coronel Brilhante Ustra, o bispo disse que gostaria de “dar veneno de rato” para Caetano Veloso.

Ao tratar de disciplina e hierarquia, Falcão afirmou que até mesmo as liberdades têm suas restrições. E citou uma canção de Caetano: “É proibido proibir”.

“E tem um imbecil que nos anos 70 cantou que é proibido proibir. Gostaria de dar veneno de rato para ele”, relatou o bispo.

Caetano quer que o bispo diga judicialmente quem é o imbecil. E quem é a pessoa que ele gostaria de matar com veneno de rato.

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.