Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
13 de janeiro de 2020, 09h33

Casa de Papel: Sindicato e servidores da Casa da Moeda pressionam direção após protesto

Após reunião no final de semana, sindicato vai levar demandas à direção da estatal nesta segunda-feira (13)

Foto: Gabe Dalavigne
Depois da grande mobilização que levou cerca de 400 funcionários a ocuparem a Casa da Moeda na última sexta-feira (10), contra o sucateamento da empresa pública que está no pacote de privatização do ministro da Economia, Paulo Guedes, sindicatos devem levar as demandas à direção da estatal nesta segunda (13). No entanto, não há chance de nova greve, segundo a Folha de S. Paulo.
A manifestação de sexta aconteceu por volta da hora do almoço, após uma entrevista concedida pelo diretor da instituição, Fábio Rito, à Globo News, dizendo que seria necessário promover cortes para “tornar a empresa competitiva”. Neste momento, um grupo de funcionários que estava no refeitório se levantou e aplaudiu, ironicamente, a mesa dos diretores, de acordo com Aluizio Junior, presidente do sindicato de trabalhadores da Casa da Moeda.
“Ele [Rito] disse que gasta 46% com pessoal, mas esqueceu de falar do contexto: era 12% no máximo até a retirada do selo de controle da bebida em 2016, que gerava faturamento de R$ 1,5 bilhão”, afirma Junior.
De acordo com relatos, a diretoria da Casa da Moeda chamou a polícia para conter a ocupação, mas os trabalhadores permanecem no local. “O que provocou a revolta? Eles tiram nossa insalubridade em cima do piso da casa. Tiram nosso vale alimentação. Tiram nosso cartão remédio. Aumentam o plano de saúde em 75% para os dependentes. Tiram a creche. Tudo isso já é motivo suficiente para nos revoltarmos e ainda ouvir um diretor falar que tem que privatizar? Aí não dá!”, relatou um moedeiro.

Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum