quinta-feira, 1 out 2020
Publicidade

Cerca de 2 mil testes de coronavírus são destruídos por incêndio em Botucatu (SP)

Um incêndio destruiu cerca de 2 mil testes rápidos para coronavírus na madrugada deste sábado (11), em Botucatu, interior de São Paulo. O fogo começou num vagão de madeira abandonado e destruiu uma parte da Secretaria de Saúde da cidade.

O incêndio atingiu o almoxarifado da secretaria, onde estavam armazenados uma série de insumos e equipamentos que foram perdidos, além dos testes que seriam utilizados em programas coordenados pela prefeitura.

Segundo o Corpo de Bombeiros, o incêndio começou num vagão de madeira abandonado na linha férrea que passa nos fundos do prédio e se espalhou para a secretaria. Equipes de bombeiros e da defesa civil contiveram o fogo, mas o prédio foi destruído. A Polícia Civil vai instaurar um inquérito para apurar a origem do fogo, suspeito de ter sido iniciado por vândalos.

Ao jornal O Estado de S. Paulo, o prefeito Mário Pardini (PSDB) afirmou que uma parte dos materiais para testagem estavam armazenadas em outro prédio e que o planejamento não será afetado, já que a cidade deve receber 14 mil testes nos próximos dias.

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.