Cid Moreira é acusado de deserdar filho cabelereiro

Roger Moreira diz que sua relação com ex-apresentador da Globo ia bem até ele conhecer uma pessoa que foi o seu primeiro amor

O cabelereiro Roger Felipe Moreira, filho adotivo do jornalista Cid Moreira, de 93 anos, acusou o ex-apresentador da Globo de tê-lo “deserdado”, em entrevista à jornalista Fabíola Reipert, nesta terça-feira (13), no Balanço Geral, da Record.

O rapaz chegou a mostrar um trecho no qual Cid afirma “ter sido um erro adotá-lo”:

“Você continua sendo meu filho adotivo porque não consegui reverter a adoção (…). Eu fiz um documento e deserdei você. Escrevi de próprio punho e assinei. Juntei pareceres de profissionais da saúde para provar que não estou senil. Foi um engano te adotar. Fico feliz em saber que você está sendo capaz de se manter”, diz o texto, que teria sido escrito por Cid.

Roger, que é sobrinho do apresentador, começou a conviver com Cid Moreira em 1991, quando ainda tinha 14 anos. Ele diz que foi adotado com 20 anos. A convivência era saudável, mas mudou quando o jovem começou a ter uma relação amorosa. “Com 28 anos, conheci uma pessoa que foi o meu primeiro amor. Comuniquei querer viver minha vida e fazer coisas que eu não costumava fazer. Minha vida era de dedicação 24 horas ao Cid. A partir daí, as coisas começaram a mudar”, afirmou.

Ele também ameaçou Cid Moreira de processo na Justiça do Trabalho por ter ajudado o apresentador em seus trabalhos de locução.

“Tudo foi retirado. Vamos dizer assim, tudo me foi retirado. Até o apartamento onde eu morava que foi me dado, foi retirado, o estúdio que ele fez para mim que era uma coisa paro meu futuro para eu ter um rendimento, para que eu não passasse dificuldade na vida”, alegou.

Avatar de Julinho Bittencourt

Julinho Bittencourt

Jornalista, editor de Cultura da Fórum, cantor, compositor e violeiro com vários discos gravados, torcedor do Peixe, autor de peças e trilhas de teatro, ateu e devoto de São Gonçalo - o santo violeiro.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR