Citado em fake news bolsonarista, Guinness confirma que motociata não bateu recorde

Organização diz ainda que não aceita eventos que tenham sido motivados politicamente

A organização Guinness Book negou que a motociata bolsonarista que aconteceu em São Paulo, no sábado (12), tenha entrado para o livro de recordes. A informação estava sendo compartilhada nas redes sociais por perfis bolsonaristas, que alegam que o evento contou com a participação de 1,3 milhão de veículos.

A entidade, no entanto, diz não reconhecer a parada de motocicletas e reforça que não aceita eventos que tenham sido motivados politicamente.

“O Guinness World Records permanece neutro em relação às atividades políticas – tanto nacionais quanto internacionais. Não aceitamos inscrições de registro que consideremos ter motivação política, e nos reservamos o direito de rejeitar ou cancelar uma inscrição de registro se considerarmos que isso promove uma agenda política. Por se tratar de um evento de motivação política, não permitimos o uso de nosso nome, plataforma ou serviços”, diz a nota.

Apesar de apoiadores do presidente Jair Bolsonaro defenderem que a motociata reuniu 1,3 milhão de motocicletas, calcula-se que o evento não contou com mais de 5 mil motoqueiros. Jornais como a Band News estimam um número ainda menor: cerca de 2 mil.

Outra estimativa, desta vez da Secretaria de Segurança Pública (SSP) de São Paulo, aponta que a passeata teve 12 mil motos – número ainda muito inferior ao defendido por bolsonaristas.

A resposta do Guinness foi compartilhada nas redes sociais pelo cientista Julio C. Ponce. Confira:

Avatar de Luisa Fragão

Luisa Fragão

Jornalista.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR