Coach que ensina como ficar rico tem dívidas milionárias e é acusado de plágio

José Roberto Marques tem quase dois milhões de seguidores e diz ensinar o que chama de “segredos da mente milionária” e os “ciclos da prosperidade”

O empresário José Roberto Marques, conhecido por dar palestras e treinamentos para quem deseja realizar o sonho de ficar rico, está com dívidas milionárias e teve os bens bloqueados pela Justiça por não pagar nem mesmo o aluguel de seu instituto.

Não bastasse tudo isso, Marques ainda responde a uma acusação de plágio.

José Roberto Marques, que tem 1,3 milhão de seguidores no Instagram e quase 500 mil no Facebook, faz cursos e livros onde diz ensinar o que chama de “segredos da mente milionária” e os “ciclos da prosperidade”.

O IBC Coaching, centro de cursos presidido por Marques, pediu judicialmente, em maio, a redução de 50% do aluguel de R$ 161 mil do imóvel de 3 mil metros quadrados que ocupa no bairro Jardim Anhanguera, na zona sul de São Paulo. O pedido foi negado pela Justiça.

O IBC afirmava no pedido que a pandemia do coronavírus e o distanciamento social reduziram drasticamente suas receitas devido à “vedação de realização de sua principal fonte de renda, os cursos e treinamentos presenciais, com a crescente inadimplência e cancelamento de contratos por parte de seus alunos”.

A Paiva Empreendimentos Imobiliários, proprietária do imóvel, cobra nesse mesmo processo aluguéis atrasados que ultrapassam R$ 1 milhão, afirma que a inadimplência do IBC vem de antes da pandemia e que o valor correto do aluguel é R$ 191 mil.

O IBC chegou a pedir acesso à Justiça gratuita, sob a alegação de que não teria recursos para arcar com os custos processuais. A Justiça negou as duas solicitações.

Mesmo com todas as dívidas, Marques não perdeu a pose. Em uma série de posts citados pela dona do imóvel, ele afirma que mesmo com a pandemia, manteve boa parte de seu faturamento.

“Transformei nosso principal produto, que é o PSC [o curso Professional & Self Coaching], que tem 1700 formações presenciais (…) em online, porque vou gravando todas as semanas. Pudemos fazer entre 60% e 70% do faturamento com essa ideia porque, se não, teríamos chegado em 0”, afirma Marques em uma live do Instagram anexada ao processo.

Em outro vídeo que também consta nos autos, o palestrante aparece comemorando a venda de 110 mil edições do curso “Criador Consciente de Riqueza” em uma semana. Segundo os advogados da Paiva Empreendimentos, cada treinamento teria sido vendido por R$ 2.396. Hoje, o mesmo treinamento é vendido por R$ 1.497 à vista.

Plágio

O IBC também é processado pelo psicanalista italiano Roberto Girola, que acusa a instituição de ter plagiado um de seus livros. Ele teria reproduzido sem dar os créditos um capítulo do livro ‘A Psicanálise Cura?’, de Girola, em uma apostila do PSC, principal curso desenvolvido por Marques.

Os advogados de Girola afirmam que o capítulo foi distribuído a alunos em treinamentos presenciais de 2014 até pelo menos 2016.

“Pleiteamos uma indenização por danos morais, outra por danos materiais e mais a divulgação em jornal de grande circulação feita pelo IBC que diga que aquele material pertence ao Roberto Girola”, diz Paula Gomes, advogada do psicanalista.

Com informações do Globo

Avatar de Julinho Bittencourt

Julinho Bittencourt

Jornalista, editor de Cultura da Fórum, cantor, compositor e violeiro com vários discos gravados, torcedor do Peixe, autor de peças e trilhas de teatro, ateu e devoto de São Gonçalo - o santo violeiro.