Fórumcast, o podcast da Fórum
28 de fevereiro de 2019, 11h26

Com 1,1% de crescimento, economia brasileira fecha 2018 em desaceleração

Passada a euforia de empresários e mercado financeiro com a eleição de Jair Bolsonaro (PSL) e a nomeação do superministro Paulo Guedes, já há previsão de recuo na estimativa de crescimento para 2019, que deve ficar abaixo de 2%

Foto: Montagem/Divulgação)

A economia brasileira fechou 2018 com leve crescimento, de 1,1%, mas fechou o ano em desaceleração, pressionada principalmente pelo recuo dos investimentos no quarto trimestre, o que ressalta a dificuldade de recuperação. As informações foram divulgadas nesta quinta-feira (28) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O PIB (Produto Interno Bruto) per capita – que mede a qualidade de vida das pessoas – cresceu 0,3% em 2018, repetindo o desempenho registrado um ano antes.

O Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro registrou um aumento pífio, de 0,1%, no quarto trimestre do ano passado sobre os três meses anteriores. O resultado mostra a desaceleração em relação à taxa de crescimento de 0,5% no terceiro trimestre na mesma base de comparação.

Ao longo do ano passado, as previsões foram continuamente revistas para baixo com a paralisação dos caminhoneiros, ocorrida em maio, um mercado de trabalho cuja débil recuperação se deu à base de vagas informais e incertezas ligadas às eleições presidenciais.

O período também foi afetado pelo recuo de 6,6% nas Importações de Bens e Serviços. Ainda do lado das despesas, o consumo das famílias cresceu 0,4%, enquanto do governo teve queda de 0,3%.

Com isso, a economia brasileira está no mesmo patamar do primeiro semestre de 2012, ou seja, ainda não se recuperou da crise — e deixa uma herança bastante fraca para 2019.

Passada a euforia de empresários e mercado financeiro com a eleição de Jair Bolsonaro (PSL) e a nomeação do superministro Paulo Guedes, já há quem espere crescimento abaixo de 2%, com a retomada mais forte, uma vez mais, sendo empurrada para o próximo ano. Até meados de 2018, economistas também previam alta perto de 3% para o PIB (Produto Interno Bruto) de 2019.

Nossa sucursal em Brasília já está em ação. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Saiba mais.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum