Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
09 de outubro de 2018, 20h40

Com boné do MST, estudante da UFPR é agredido por apoiadores de Bolsonaro

O estudante sofreu lesões na cabeça causadas por inúmeras garrafas de vidro quebradas pelos agressores. Além disso, houve depredação à Casa da Estudante Universitária de Curitiba (CEUC)

A onda de violência protagonizada por apoiadores de Jair Bolsonaro continua se espalhando. Na noite desta terça-feira (9), um estudante da Universidade Federal do Paraná (UFPR) foi brutalmente agredido, em frente à instituição, em Curitiba, porque estava usando um boné do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST). O grupo organizado de agressores gritava “Aqui é Bolsonaro” durante a ação.

Os autores da violência deixaram a vítima ensanguentada no chão. O estudante sofreu lesões na cabeça causadas por inúmeras garrafas de vidro quebradas pelos agressores. Além disso, houve depredação à Casa da Estudante Universitária de Curitiba (CEUC), que teve vidros quebrados.

A Fórum fez contato com uma estudante da UFPR, que presenciou o momento da agressão. Ela pediu para não ser identifcada e preferiu não revelar o nome do rapaz. “Pode dizer que é por medo. O que está acontecendo aqui é um horror. É a terceira ocorrência do tipo só esta semana em Curitiba. Aconteceu em um bar, em frente à universidade. Eles chegaram de repente, eram entre seis e oito, pareciam animais, gritando ‘Aqui é Bolsonaro'”.

A estudante continua: “Meu conhecido estava usando um boné do MST e uma camisa vermelha. Foi o gatilho para que tivessem início as agressões. Bateram muito nele, quebraram várias garrafas. Foi muito rápido e muito violento. Não foi uma simples briga de bar”, disse, sem esconder a emoção. Ela relevou, ainda, que estava se dirigindo ao hospital para tomar ciência do verdadeiro estado de saúde de seu colega.

A Fórum continuará apurando para tentar levantar mais informações.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum