O que o brasileiro pensa?
29 de janeiro de 2020, 13h15

Com CNH vencida, filha de Temer atropela e quebra perna de mulher em São Paulo

Maristela foi indiciada pela Polícia Federal em outubro de 2018 pelos crimes de corrupção ativa e passiva, lavagem de dinheiro e organização criminosa

Foto: Montagem/Reprodução

Maristela Temer, filha de Michel Temer indiciada em outubro por escândalo com a reforma de sua casa (leia mais abaixo), atropelou uma mulher em Pinheiros, em São Paulo, nesta quarta-feira (29).

A vítima sofreu uma fratura na perna e foi socorrida e levada ao Pronto Socorro do hospital Albert Einstein, no bairro do Morumbi, na zona sul de São Paulo.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, o atropelamento ocorreu às 8h10 da manhã. Ela utilizava um veículo Honda e estava com a carteira de habilitação vencida desde 4 de setembro do ano passado. De acordo com informações da Record TV, o veículo estava com restrição judicial e não poderia rodar.

Segundo o advogado de Maristela, Fernando Castelo Branco, ela prestou socorro à vítima, que passa bem em um hospital.

O caso é investigado pela 14a DP (Pinheiros). O carro usado por Maristela no momento do atropelamento teve apreensão determinada pelo juiz Marcelo Bretas, mas só haveria proibição à venda do veículo.

Propina para reforma

Inquérito da Polícia Federal, concluído em outubro, aponta que Michel Temer acompanhou a reforma na casa de sua filha, Maristela Temer, que, segundo os investigadores, teria sido feita com dinheiro de propina.

As frequentes trocas de mensagens entre a filha de Temer e Maria Rita Fratezi, mulher e sócia do coronel João Baptista Lima Filho, operador do presidente segundo a PF, é um dos indícios apontados no documento.

Maristela disse, em seu depoimento prestado à PF, “que seu pai Senhor Michel Temer não auxiliou com nenhuma parte dos recursos que a depoente utilizou para custear a obra em sua residência…”

Em uma troca de mensagens realizada entre elas no período em que as obras estavam em andamento, em 2014, no entanto, Maria Rita disse que havia enviado um e-mail com um orçamento. Como resposta, Maristela questionou:

— Ok. Passo para o papai?

— Passei os preços para o João (Baptista), que disse que vai aprovar com ele. Fica bem assim?, perguntou Maria Rita.

— Claro. Obrigada. — respondeu a filha de Temer.

Com informações do R7

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum