Com governo inoperante, Whindersson Nunes reúne famosos para doar oxigênio aos hospitais de Manaus

Wesley Safadão, Tata Werneck e Paola Carrosella são algumas das personalidades que aderiram à campanha de solidariedade; Venezuela também colocou cilindros de oxigênio à disposição

Diante da inércia do governo Bolsonaro para solucionar o caos hospitalar que vivencia a cidade de Manaus (AM), motivado pela explosão de casos de Covid-19, que culminou na falta de oxigênio, a capital amazonense vem recebendo ajuda das mais diferentes frentes.

O governo da Venezuela, constantemente atacado pelo governo Bolsonaro, por exemplo, já colocou cilindros de oxigênio à disposição do governo do Amazonas. Além disso, governadores de outros estados vêm disponibilizando ajuda com suprimentos e oferecendo leitos de seus sistemas de saúde aos pacientes para desafogar o colapso hospitalar de Manaus.

Em outra frente, artistas e personalidades vêm se mobilizando em uma campanha de solidariedade. O humorista Whindersson Nunes, pelas redes sociais, anunciou que vai doar 20 cilindros de 50 litros de oxigênio cada para doar às unidades de saúde de Manaus, convocando outros artistas a fazerem o mesmo.

Rapidamente Nunes foi atendido e inúmeros outros artistas anunciaram doações. Entre eles a apresentadora Tata Werneck, a cantora sertaneja Simone, o cantor Wesley Safadão, o humorista Tirullipa e a chef de cozinha Paola Carosella.

Caos e colapso

A capital amazonense vivencia cenas estarrecedoras, com relatos de inúmeros pacientes morrendo nos hospitais por conta da falta de oxigênio. O governo do Amazonas decretou toque de recolher por dez dias em todo o estado, das 19h às 6h, para tentar frear o avanço da pandemia de Covid-19

Até o momento, a única atitude que o governo Bolsonaro tomou com relação à Manaus foi enviar um ofício à secretaria de Saúde da cidade para que seja difundido o “tratamento precoce” contra a Covid-19 e a distribuição de cloroquina – substância que não tem sua eficácia comprovada contra a doença causada pelo coronavírus.

O PT informou, na noite desta quinta-feira (14), que vai entrar com uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF) para que a Corte obrigue o governo de Jair Bolsonaro a tomar medidas urgentes para conter o caos instaurado na cidade.

Publicidade

Na ação, encaminhada ao ministro Ricardo Lewandowski, o PT pede para que o Supremo obrigue o Ministério da Saúde a abastecer os hospitais de Manaus com oxigênio e outros suprimentos que faltam em até 24 horas.

“Mais uma vez temos que recorrer à Justiça diante da omissão, inoperância e chacotas do governo Bolsonaro ao colapso pré-anunciado de Manaus”, afirma o ex-ministro da Saúde e deputado federal Alexandre Padilha (PT-SP).

Publicidade

Avatar de Ivan Longo

Ivan Longo

Jornalista, editor de Política, desde 2014 na revista Fórum. Formado pela Faculdade Cásper Líbero (SP). Twitter @ivanlongo_

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR