No rastro do óleo do Nordeste
11 de setembro de 2019, 09h47

Conselho de Direitos Humanos enquadra Doria sobre política LGBTI em São Paulo

O órgão pediu ao governador balanços de ações em andamento e o número de processos administrativos abertos por denúncias de homofobia

(Divulgação/Governo de São Paulo)

O Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Pessoa Humana (Condepe) quer que o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), preste contas sobre as políticas estaduais de apoio à população LGBTI. O órgão pediu informações como balanços de ações em andamento e o número de processos administrativos abertos por denúncias de homofobia.

Se você curte o jornalismo da Fórum clique aqui. Em breve, você terá novidades que vão te colocar numa rede em que ninguém solta a mão de ninguém

Uma das críticas do Conselho ao governador foi sobre a sua decisão de recolher apostilas de Ciências do 8º da rede estadual por conteúdos que alega serem de “ideologia de gênero”. De acordo com professores, a alegação seria uma página da apostila que contém um texto sobre diversidade sexual, explicando as diferenças sobre “sexo biológico, identidade de gênero e orientação sexual”.

No entanto, a juíza Paula Fernanda de Souza Vasconcelos Navarro, do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), proferiu uma decisão liminar nesta terça-feira (10) determinando que Doria devolva às escolas públicas as apostilas que, na semana passada, mandou recolher – em um claro gesto de censura.

De acordo com a coluna de Mônica Bergamo, da Folha de S.Paulo, o governo de São Paulo disse que envolve diversas secretarias em “ações de proteção e dos direitos da população LGBTI”. Entre eles, cita um programa de empregabilidade e a realização de “mais de 200 cirurgias de redesignação sexual” e suporte na elaboração de leis de interesse.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum