Contra ‘piada’ de Bolsonaro, Flávio Dino convoca: “Vamos todos hoje tomar guaraná Jesus”

Em visita ao Maranhão, presidente fez piada com o refrigerante regional e chamou maranhenses de "boiolas"; governador disse que vai processá-lo

Nesta quinta-feira (29), além de anunciar que vai processar o presidente Jair Bolsonaro, o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), fez uma convocação inusitada: pediu para que a população do estado beba, esta noite, o guaraná Jesus, refrigerante típico maranhense conhecido por ser cor-de-rosa.

“Transmitam isso adiante, o Brasil está precisando de energia patriótica, de otimismo, de esperança. Vamos todos hoje à noite comemorar essas conquistas tomando guaraná Jesus, que é o guaraná do povo do Maranhão. Vocês vão lá, tomem guaraná Jesus, faz bem, a gente serve pros visitantes, até pra visitantes mal-educados, que não tem Jesus no coração”, disse o mandatário durante um evento online sobre Educação.

O vídeo em que Dino faz a “convocação” veio à tona pouco depois do governador anunciar que vai processar Bolsonaro. “Bolsonaro veio ao Maranhão com sua habitual falta de educação e decoro. Fez piada sem graça com uma de nossas tradicionais marcas empresariais: o guaraná Jesus. E o mais grave: usou dinheiro público para propaganda politica. Será processado”, escreveu nas redes sociais.

O governador se referiu à “brincadeira” preconceituosa feita por Bolsonaro ao tomar um copo do tradicional guaraná regional, o Jesus.

“Agora eu virei boiola. Igual maranhense, é isso?”, disse o presidente entre risos, a pessoas próximas. “Guaraná cor-de-rosa do Maranhão aí, quem toma esse guaraná aqui vira maranhense”, emendou depois Bolsonaro, mostrando a bebida. Enquanto isso, sua equipe fazia uma transmissão ao vivo em suas redes sociais.

Bolsonaro foi a São Luís para inaugurar um trecho da rodovia BR-135. No início da tarde, ele viajou para Imperatriz, onde tem agenda para entregar mais obras no estado.

Avatar de Ivan Longo

Ivan Longo

Jornalista, editor de Política, desde 2014 na revista Fórum. Formado pela Faculdade Cásper Líbero (SP). Twitter @ivanlongo_

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR