Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
28 de fevereiro de 2020, 08h17

Coronavírus paralisa exportação de peças e fábricas brasileiras começam a parar

Até 30 mil trabalhadores do setor de tecnologia serão afetados por baixa produção industrial

Foto: Agência Brasil

A paralisação de fábricas chinesas por conta do Coronavírus já afeta a produção brasileira. A Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee) calcula que, com a importação de peças prejudicada, 20 a 30 mil funcionários de empresas de tecnologia da informação no Brasil devem ter a rotina de trabalho alterada, com redução de jornada e férias coletivas.

A associação também prevê que a produção do primeiro trimestre deverá ficar 22% abaixo do que foi projetado por conta do coronavírus. A pesquisa foi feita com 50 empresas do setor.

“A situação é muito grave, não temos como buscar o suprimento em outro país”, afirma Humberto Barbato, presidente da Abinee, em entrevista ao Estado de S.Paulo. Na semana passada, 57% das empresas já apresentavam problemas, 4% operavam com paralisação parcial e 15% planejavam paradas parciais.

A coreana LG é um exemplo de empresa que foi afetada pelo caos na China. A empresa protocolou no Sindicato de Metalúrgicos de Taubaté (SP) aviso de férias coletivas para o período de 2 a 12 de março para 330 funcionários da linha de celulares, onde estão alocados 450 trabalhadores.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum