Vice-presidente do Flamengo é infectado pelo coronavírus

Maurício Gomes de Mattos foi o terceiro infectado confirmado no Distrito Federal

O vice-presidente de Embaixadas e Consulados do Flamengo, Maurício Gomes de Mattos, teve infecção por coronavírus confirmada nesta quinta-feira (12). O caso, informado inicialmente como de um “assessor de Rodrigo Maia”, foi o terceiro confirmado do Distrito Federal.

Segundo a jornalista Isadora Teixeira, do Metrópoles, a ida de Mattos à Brasília foi motivada por um encontro com Maia. Os dois tiveram um jantar nos últimos dias. Ele está internado em um hospital particular da Rede D’Or e pretende voltar para o Rio de Janeiro.

O Jornal de Brasília havia noticiado inicialmente que o homem internado era um assessor de Maia que havia contraído a doença por contato com Priscila Cruz, anfitriã do evento “Todos Pela Educação”. Maia afirmou que ele não é seu assessor e Cruz testou negativo para Covid-19.

Brasília possui ainda 82 casos suspeitos e 44 descartados. No Brasil, dados oficiais apontam 77 casos, enquanto novos dados do Hospital Sírio Libanês catapultam os números para 137.

Bolsonaro

Ainda nesta quinta, o presidente Bolsonaro alegou que estava se sentindo doente e pediu para não receber visitas. Há suspeitas de que ele tenha contraído a doença pois esteve recentemente, nos EUA, com o chefe da Secom, Fábio Wajngarten, que está com coronavírus.

O ex-capitão fez teste e o resultado será revelado na sexta-feira.

ERRATA: A matéria foi atualizada às 21h58 em razão da divulgação de que o terceiro infectado por coronavírus no Distrito Federal era Maurício Gomes Mattos, e não um assessor de Rodrigo Maia

Avatar de Redação

Redação

Direto da Redação da Revista Fórum.