Em rede nacional, Bolsonaro faz minipronunciamento e não diz nada relevante

O presidente falou sobre o coronavírus, mas não apresentou dados e nem medidas para frear surto no Brasil

O presidente Jair Bolsonaro fez um curto pronunciamento à nação na noite desta quinta-feira (12) em que tenta desmobilizar seus apoiadores de participarem dos atos previstos para o dia 15 de março, mas não traz nenhuma informação importante ao país.

O ex-capitão diz que os movimentos “precisam ser repensados”, apesar de reiterar as pautas de seus apoiadores – diz que “atendem aos interesses da nação”. “Nossa saúde e a de nossos familiares devem ser preservadas”, afirmou.

“Há uma preocupação maior, por motivos óbvios, com os idosos. Há também, recomendação das autoridades sanitárias para que evitemos grandes concentrações populares. Queremos um povo atuante e zeloso com a coisa pública, mas jamais podemos colocar em risco a saúde da nossa gente”, disse.

Bolsonaro ainda diz que a expectativa é que o quadro de infecções pelo novo coronavírus aumente nos próximos dias, mas não anuncia nenhuma medida e nem tenta tranquilizar a população com relação a isso.

Segundo ele, o governo está “atento para manter a evolução do quadro sob controle”.

Com informações da Agência Brasil

Avatar de Redação

Redação

Direto da Redação da Revista Fórum.