Empresário que organizou almoço onde Bolsonaro mandou jornalistas à “pqp” está intubado com covid

Uugton Batista da Silva foi nomeado no mês passado assessor especial de Roberto Jefferson na presidência do partido

O empresário Uugton Batista da Silva, que organizou almoço do presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido) com cantores sertanejos em janeiro, está intubado com Covid. O encontro foi o mesmo em que o presidente mandou jornalistas à puta que o pariu.

O empresário está internado em uma UTI em Goiânia.

Recém-filiado ao PTB, partido que dá apoio a Bolsonaro, Silva foi nomeado no mês passado assessor especial de Roberto Jefferson na presidência do partido.

Durante almoço, em janeiro, com a presença de artistas sertanejos, entre eles Amado Batista, Bolsonaro se irritou ao comentar sobre os dados que apontam um gasto de R$ 15 milhões em leite condensado no ano de 2020 por parte do Executivo Federal.

“Quando eu vejo a imprensa me atacar, dizendo que eu comprei 2,5 milhões de latas de leite condensado… Vai para a puta que pariu, porra! É pra enfiar no rabo de vocês, imprensa”, disse o presidente em evento com aliados em uma churrascaria de Brasília. Em vídeo, é possível ver o ministro da Relações Exteriores, Ernesto Araújo, caindo na gargalhada com a reação do presidente.

Em agosto de 2020, o empresário foi recebido por Mário Frias, secretário especial de Cultura.

Com informações da coluna de Guilherme Amado

Avatar de Julinho Bittencourt

Julinho Bittencourt

Jornalista, editor de Cultura da Fórum, cantor, compositor e violeiro com vários discos gravados, torcedor do Peixe, autor de peças e trilhas de teatro, ateu e devoto de São Gonçalo - o santo violeiro.