Fórum Educação
07 de julho de 2018, 08h58

Corte em programas de vacinação provoca volta de doenças erradicadas

Em Manaus, um bebê de sete meses morreu em decorrência de sarampo e a situação na capital do estado do Amazonas é de emergência: 271 casos confirmados e 1.841 suspeitas

Foto: Nailana Thiely/ASCOM UEPA

O governo Temer resolveu promover corte de recursos para os programas de vacinação, o que pode trazer consequências podem ser gravíssimas. Hoje, o Brasil já vive um momento dramático com a volta de doenças erradicadas décadas atrás. Em Manaus (AM), por exemplo, um bebê de sete meses morreu em decorrência de sarampo e a situação na capital do estado do Amazonas é de emergência: 271 casos confirmados e 1.841 suspeitas, segundo reportagem de Bruno Tadeu, do Estado de S.Paulo.

O bebê foi a primeira vítima fatal do sarampo em Manaus. O fato foi ratificado pela prefeitura de Manaus na quinta-feira (5), depois do resultado da sorologia realizada pelo Laboratório Central de Saúde Pública do Amazonas (Lacen/AM). De acordo com o histórico médico, o menino não havia sido vacinado.

O bebê apresentou os primeiros sintomas como febre, tosse e coriza no último dia 23 e foi internado no Hospital e Pronto Socorro Infantil João Lúcio, em Manaus, depois que seu quadro se agravou.

O estado de Roraima já havia registrado duas mortes em consequência do sarampo, entre fevereiro e março. Uma criança venezuelana de três anos e origem indígena e um bebê brasileiro de três meses morreram, depois de terem contraído a doença. Ainda há um óbito em investigação.

Roraima já contabiliza 200 casos confirmados, sendo que 133 (66,5%) são de venezuelanos que vivem no estado. Outros 65 (32,5%) são de brasileiros e há ainda um caso procedente da Guiana e um da Argentina.

Erradicação

O sarampo era muito comum entre crianças brasileiras, mas havia sido erradicada. O anúncio oficial foi feito durante a visita ao Brasil de Marceline Dahl-Regis, presidente do Comitê Internacional de Especialistas de Avaliação e Documentação da Sustentabilidade do Sarampo nas Américas, em 2016. O último caso relatado da doença no país tinha sido no Ceará, em julho de 2015.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum