Ouça o Fórumcast, o podcast da Fórum
27 de julho de 2019, 13h37

Depois de noite “macabra” com Neymar, modelo diz que “se aproveitaram do meu desespero”

Najila Trindade ainda desabafou sobre o fato de seu ex-marido - que disse que não houve estupro nesta semana - ter ficha na polícia por agressões a mulheres em dois relacionamentos e, portanto não poderia ter "mais credibilidade e voz do que a própria vítima"

Neymar e a modelo Najila Trindade (Reprodução)

A acusação de estupro do atacante Neymar feito pela modelo Najila Trindade continua em processo de investigação. Muitos fatos, fotos, trocas de mensagens e acusações foram surgindo na história. Porém, depois de mais de um mês sem se manifestar, a modelo concedeu entrevista aos jornalistas Felipe Pereira e Ricardo Perrone, do UOL Esporte, e conta que se considera injustiçada, mas que pretende ir até o final com a acusação. Com relação ao que viveu com Neymar, classifica aquela noite como “macabra”.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo

Najila comenta que se sente enganada por pessoas que quiseram se aproveitar de sua situação. Seu ex-marido, Estivens Alves, chegou a afirmar nesta quinta-feira (25) que não houve estupro por parte do Neymar. Najila rebateu essa declaração dizendo que o ex não estava presente no quarto do hotel onde teria ocorrido a agressão e, dessa forma, não tem condições de avaliar se houve crime.

“Sinto que se aproveitaram do meu desespero, do meu trauma e desorientação. O que me preocupa ainda mais como esse caso é tratado aqui no Brasil. De forma ignorante e desumana”, comenta. Najila ainda desabafou sobre o fato de seu ex-marido ter ficha na polícia por agressões a mulheres em dois relacionamentos, portanto não poderia ter “mais credibilidade e voz do que a própria vítima”.

A modelo ainda disse que está sofrendo retaliações, pois as pessoas não compreendem o que ela passou. Ela cita como exemplo a entrevista que concedeu ao jornalista Cabrini, do SBT, que viralizou nas redes. “Eu, que já estava achando que estava recebendo apoio, houve um reverso e meu sofrimento aumentou. Após a entrevista pré-ordenada, a história foi totalmente distorcida de propósito, passando a ser divulgada na mídia como se eu fosse uma aproveitadora”, desabafa. A modelo ainda comentou que o caso tomou uma magnitude que ela não imaginava. “Estou tentando fugir dela (desta luta), mas irei me recuperar para enfrentá-la. Acho que é meu karma”.

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum