O que o brasileiro pensa?
29 de junho de 2020, 15h35

Depois de um mês, delegacia abre mais cedo para ouvir primeira-dama sobre morte de Miguel

"Ela é um monstro, uma pessoa fria e calculista", disse Mirtes Renata de Souza, mãe do menino

Sari Gaspar Corte Real (Foto: Redes Sociais)

Sari Corte Real, primeira-dama da cidade de Tamandaré (PE), prestou depoimento nesta segunda-feira (29) em delegacia localizada no centro do Recife em razão da morte do menino Miguel Otávio, de 5 anos, que estava sob seus cuidados. O episódio ocorreu em 2 de junho.

Para atender à demanda da esposa do prefeito Sérgio Hacker (PSB), a delegacia de Santo Amaro abriu em um horário que não está acostumada a funcionar. O local, que habitualmente inicia os trabalhos às 8h, recebeu a patroa de Mirtes Renata de Souza – mãe de Miguel -, às 5h50.

Segundo a Polícia Civil, os advogados de Corte Real – autuada em flagrante por homicídio culposo – pediram que o depoimento fosse colhido mais cedo “considerando os argumentos relativos à possibilidade de aglomeração de pessoas e o risco de agressão à depoente por parte de populares”.

Mirtes de Souza chegou ao local por volta das 8h, mas só foi permitida de entrar às 10h50. Segundo a mãe de Miguel, a ex-patrou não pediu desculpas e disse que ela “não tinha obrigação nenhuma de cuidar dos filhos dela”. “Ela não demonstrou arrependimento nenhum. Ela é um monstro, uma pessoa fria e calculista”, afirmou ao telejornal NE1, da TV Globo.

Houve uma aglomeração na frente da delegacia com gritos de “assassina” para a primeira-dama.

Com informações do G1, aqui e aqui


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum