Fórumcast, o podcast da Fórum
09 de setembro de 2019, 07h44

Deputado bolsonarista lança tag #PaisContraFelipeNeto e seguidores usam para apoiar Felipe Neto

Liderando os Trending Topics, os assuntos mais comentados no Twitter no Brasil, a tag está sendo usada justamente para demonstrar apoio a atitude Felipe Neto contra a política homofóbica dos apoiadores da tentativa de censura

Carlos Jordy, em reunião com Moro, e Felipe Neto com a cena da HQ (Montagem)

O deputado bolsonarista Carlos Jordy (PSL-RJ) bem que tentou, mas a tag #PaisContraFelipeNeto, pretensamente usada para atacar o youtuber que comprou e distribuiu gratuitamente 14 mil livros de temática LGBT após tentativa de censura do prefeito Marcelo Crivella (PRB) à Bienal do Livro do Rio, teve efeito contrário.

Se você curte o jornalismo da Fórum clique aqui. Em breve, você terá novidades que vão te colocar numa rede em que ninguém solta a mão de ninguém

Liderando os Trending Topics, os assuntos mais comentados no Twitter no Brasil, a tag está sendo usada justamente para demonstrar apoio a atitude Felipe Neto contra a política homofóbica dos apoiadores da tentativa de censura.

“Os bots do Bolsonaro passando vergonha hahahaha
hashtag que eles inventaram tem mais comentário a favor do Felipe Neto hahahaha #PaisContraFelipeNeto”, tuitou Alicia Mayer.

“Não tô aqui para defender o @felipeneto Mas sério, qual é o problema dessa imagem, isso só um ato de amo, não de ódio, então estão ensinando algo bom para criança Então qual é o problema?”, tuitou Alícia Nickolly.

“Cresci vendo o Pica-Pau e o Pernalonga vestidos de mulher e paquerando personagens masculinos para conseguir vantagens. Passava na TV aberta – não existia TV a cabo – e nunca rendeu assunto. Agora beijo de amor é pornografia? #PaisContraFelipeNeto”, comentou Ellen Simone.

Veja mais repercussões


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum