Fórumcast, o podcast da Fórum
20 de setembro de 2019, 21h20

Deputado do MBL reclama que Cinemark não passa filme e internautas lembram: “Livre mercado”

O deputado estadual Arthur do Val (DEM-SP), conhecido como "mamãefalei", ficou bravo com a notícia de que o Cinemark não vai exibir um documentário do MBL

Foto: Reprodução

O deputado estadual Arthur do Val (DEM-SP), dono do canal Mamãe Falei, usou as redes sociais nesta sexta-feira (20) para reclamar da rede Cinemark, que se recusou a exibir o documentário “Não Vai Ter Golpe”, produzido pelo MBL, movimento do qual ele faz parte. Usuários do Twitter rebateram a reclamação e lembraram que a Cinemark é uma empresa privada e seria movida pelo livre mercado que ele defende.

“O Cinemark recusou passar o ‘Não Vai Ter Golpe!’ por ‘questões políticas’. Demonstraram isenção? Em 2010, o Cinemark transmitiu ‘Lula, o Filho do Brasil’. Quando o filme está no lado ideológico mais ‘aceito’ pode colocar em cartaz? Cinemark, lembre-se: quem lacra, não lucra”, publicou.

O comentário foi ironizado nas redes e muitos usuários destacaram que, seguindo a ideologia do MBL, uma empresa privada teria direito de fazer o que bem quisesse. “O nome disso é livre mercado. Tem que deixar o empresário ter liberdade de fazer o que quiser. Pensei que vocês fossem liberais”, disse o usuário Raphael Victor.

“Qual problema? Livre mercado o nome. A empresa que sabe onde deve ou não se associar. E corretíssima a postura do cinemark, merece aplausos”, disse o perfil Democracia Reina.

“Nossa o Arthur vaia acabar com os lucros do Cinemark ahshs uuuui”, ironizou Luan Diniz.

Confira a repercussão.

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum