Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
02 de setembro de 2019, 09h02

Digital influencer Carlinhos Maia chama adolescentes que tentam suicídio de “imbecis” e gera revolta

"Eu vejo aqui meninos de 16 anos me mandando 'eu quero me matar'. Vai, ô, imbecil!", disse o comediante no início do Setembro Amarelo, mês dedicado à prevenção do suicídio em todo o mundo

Carlinhos Maia - Foto: Reprodução/Instagram

No início do “Setembro Amarelo”, mês dedicado à prevenção do suicídio em todo o mundo, o comediante e digital influencer Carlinhos Maia causou revolta nas redes sociais por divulgar vídeo que incentiva jovens a se matarem. Neste domingo (1), Maia postou em seus stories do Instagram um vídeo criticando “adolescentes de 16 anos”, a que se referem como “imbecis”.

Se você curte o jornalismo da Fórum clique aqui. Em breve, você terá novidades que vão te colocar numa rede em que ninguém solta a mão de ninguém

“Vocês acharam mesmo que ia ser fácil? Eu vejo aqui meninos de 16 anos me mandando ‘eu quero me matar’. Vai, ô, imbecil! Vai se matar porque você nem começou a vida ainda”, disse o comediante, em gravação que não está mais disponível em sua conta do Instagram.

“Venha perguntar a uma mulher de 75 anos, que até hoje trabalha, que até hoje sustenta os netos, que tá varrendo o quintal, que até hoje tá catando latinha na rua para sustentar os bisnetos. Venha perguntar se ela se matou com 16 anos. Eu não sei os seus motivos, mas sei os dela”, provocou.

Nas redes sociais, Carlinhos Maia foi criticado por não compreender a gravidade das doenças emocionais, como é o caso da depressão, que pode levar ao suicídio. O editor e jornalista do Brasil 247, William de Lucca, publicou o vídeo em suas redes sociais e mencionou o Setembro Amarelo, mês de prevenção ao suicídio. “Esse rapaz é inacreditavelmente irresponsável”, escreveu.

Confira mais algumas repercussões:


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum