Entrevista exclusiva com Lula
25 de outubro de 2019, 21h39

Domingos Brazão “arquitetou homicídio” de Marielle Franco, aponta PGR

Brazão estaria entre os mandantes do assassinato da vereadora Marielle Franco e teria atuado para impedir a solução do crime

Marielle Franco - Foto: Mídia Ninja

Em denúncia apresentada pela Procuradoria-Geral da República (PGR), o ex-deputado estadual (MDB-RJ) e conselheiro afastado do TCE-RJ, Domingos Brazão, é apontado como um dos mandantes do assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL), morta em março de 2018.

“Domingos Brazão arquitetou o homicídio da vereadora Marielle Franco e visando manter-se impune, esquematizou a difusão de notícia falsa sobre os responsáveis pelo homicídio”, diz a denúncia assinada pela ex-PGR Raquel Dodge, obtida com exclusividade pelo UOL.

No rastro do crime ambiental nas praias do Nordeste: Ajude a Revista Fórum a mergulhar na realidade dessa grande tragédia

A denúncia aponta ainda uma estratégia para encobrir os mandantes. “Fazia parte da estratégia que alguém prestasse falso testemunho sobre a autoria do crime e a notícia falsa chegasse à Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro, desviando o curso da investigação em andamento e afastando a linha investigativa que pudesse identificá-lo como mentor intelectual dos crimes de homicídio”, diz.

Segundo depoimento do miliciano Orlando Oliveira de Araújo, o Orlando Curicica, a morte da vereadora foi planejada em uma reunião na qual estavam quatro pessoas: ele; o major da PM Ronald Paulo Alves Pereira, ligado à milícia “Escritório do Crime” e condecorado pelo então deputado estadual Flávio Bolsonaro em 2004; subtenente da PM Antonio João Vieira Lázaro, assessor de Brazão e integrante da Coordenadoria Institucional de Segurança da Assembleia Legislativa do RJ (ALERJ); e Hélio Paulo Ferreira, conhecido como o “Senhor das Armas”.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum