Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
24 de março de 2018, 12h45

Doria é processado por manter viatura da Guarda Civil em frente sua casa

Ministério Público acatou uma ação contra o prefeito que, além de contar com a segurança da assessoria da Polícia Militar, tem à sua disposição, estacionada em frente sua casa, uma viatura e dois homens da Guarda Civil Metropolitana, gerando um gasto de R$58 mil

Foto: Leon Rodrigues/Secom

Em seus últimos dias na prefeitura de São Paulo, João Doria (PSDB) é alvo de um processo por conta de uma viatura da Guarda Civil Metropolitana que fica estacionada em frente à sua casa no Jardim Europa desde janeiro de 2017. As informações são da jornalista Monica Bérgamo.

De acordo com a jornalista, a ação civil pública foi ajuizada pelo vereador Paulo Reis (PT) e acatada pelo Ministério Público Estadual.

No processo, o vereador lembra que, por lei, Doria já conta com a segurança da assessoria da Polícia Militar mas, ainda assim, mantém uma a viatura e dois homens da Guarda Civil Metropolitana estacionados na sua rua. Essa “segurança particular”, de acordo com o vereador, geraria um gasto mensal de R$58 mil.

O tucano, por sua vez, diz que a viatura da GCM é necessária para garantir sua segurança e evitar atos de vandalismo.

Leia também
Doria: Estado mínimo nos olhos dos outros é refresco


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum