Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
20 de fevereiro de 2020, 14h30

Efeito Bolsonaro: Véio da Havan faz demissão em massa em loja no RS

Enquanto grava musiquinha dizendo que "o país [está] crescendo pro desespero do PT", Luciano Hang promove demissões

Foto: Reprodução/Twitter

Quatro meses após a inauguração da unidade da rede varejista Havan em Santa Cruz do Sul (RS), cerca de 30% dos funcionários já foram demitidos. Segundo relatos de empregados, dos 150 contratados no ano passado, um número entre 40 e 50 já teria sido mandado embora.

Segundo reportagem de Ronaldo Falkenback, do portal GAZ, a empresa demitiu funcionários após uma queda na frequência de clientes. Ex-empregados relatam que a Havan estabeleceu metas imbatíveis com o objetivo de ter justificativa para demissões.

“Antes era tudo uma maravilha mas depois parece que estabelecem metas para que elas não sejam atingidas”, conta uma das ex-funcionárias entrevistadas. ““Eu trabalhava em outro local e pedi demissão para ir para a Havan. Fui selecionada, recebi treinamento e estive na abertura. Estava tudo bem mas no dia dois de janeiro acabei demitida”, afirma outra jovem demitida.

Segundo elas, entre 40 e 50 pessoas foram demitidas – entre 27% e 30% do quadro inicial. Informações oficias da empresa apontam que hoje são 118 funcionários, enquanto na inauguração eram 150 – uma redução de 21%.

Enquanto promove essas demissões, o empresário Luciano Hang, dono da marca, faz questão de dizer que o país está crescendo e o varejo vai de vento e poupa. Em vídeo publicado em janeiro, ele disse que está “tudo ok” no país.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum