Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
06 de janeiro de 2020, 09h41

Em contraponto à alta no desmatamento, MST vai plantar 100 milhões de árvores pelo Brasil 

Para viabilizar o projeto, o movimento planeja fechar parcerias com setores públicos e empresas que precisam fazer compensação ambiental

Foto: Gabriel Bicho/MST

Como resposta à grave crise ambiental que atravessa o governo de Jair Bolsonaro, com a alta liberação de agrotóxicos e incêndios na Amazônia, o MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra) criou o projeto “Plantar árvores, produzir alimentos saudáveis”, que tem como principal meta plantar nos próximos dez anos 100 milhões de mudas de árvores nativas e frutíferas em assentamentos da reforma agrária e cidades vizinhas pelo país.

Para viabilizar o projeto, o movimento planeja fechar parcerias com setores públicos, como prefeituras e governos estaduais, e empresas que precisam fazer compensação ambiental. O tema ganhou força nos debates do MST após as declarações do papa Francisco no Sínodo da Amazônia, evento no qual o movimento esteve presente através de dois delegados populares do bioma.

“Nossa meta é essa [100 milhões de árvores em dez anos], mas imaginamos que é possível alcançá-la antes”, diz João Pedro Stédile, coordenador nacional do movimento. O projeto “Plantar árvores, produzir alimentos saudáveis” será anunciado pelo MST no encontro da sua coordenação nacional, em 25 de janeiro.

Além dos territórios da reforma agrária, praças, parques e periferias dos municípios onde o movimento tem sua base social, o projeto também vai contemplar a recuperação de nascentes e áreas degradadas, evolvendo o trabalho de associações, cooperativas, escolas do campo, centros de formações e grupos coletivos do MST.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum