Em dia de vitória, Lula perde seu segurança pessoal para a Covid

Ricardo Silva dos Santos trabalhava com Lula desde os tempos de presidência da República

Justamente no dia em que venceu uma batalha judicial de mais de 5 anos, o ex-presidente Lula sofreu uma perda. Nesta quinta-feira (22), data em que o Supremo Tribunal Federal (STF) confirmou a suspeição do ex-juiz Sérgio Moro contra o petista, faleceu Ricardo Silva dos Santos, membro da equipe de segurança do ex-presidente, em decorrência da Covid-19.

Ex-militar, Santos era segurança de Lula desde os tempos da presidência da República, e permaneceu trabalhando com o ex-líder sindical até os dias atuais. Ambos eram amigos próximos, segundo aliados.

O segurança estava internado em um hospital militar de São Paulo há mais de 10 dias e seu falecimento teria deixado Lula “muito triste”, segundo a apuração feita pela jornalista Bela Megale, do jornal O Globo.

O próprio Lula chegou a testar positivo para a Covid-19, em dezembro de 2020, durante passagem por Cuba. O ex-presidente, no entanto, não desenvolveu sintomas graves e não precisou de internação. Mais recentemente, Lula tomou a segunda dose da vacina contra o coronavírus.

Avatar de Ivan Longo

Ivan Longo

Jornalista e repórter especial da Revista Fórum.