Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
16 de março de 2018, 20h28

Embaixador acusado de assédio sexual e moral é afastado do cargo

João Carlos da Souza-Gomes havia sido denunciado por funcionários e foi obrigado a deixar o cargo de chefe da representação brasileira junto à FAO

O embaixador Souza-Gomes estava afastado da função desde a implantação de um processo administrativo disciplinar, no final de 2017 – Foto: Agência Senado.

Acusado de assédio sexual e moral por funcionários, o embaixador João Carlos da Souza-Gomes foi removido do cargo de chefe da representação brasileira junto à FAO (braço da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura). Segundo a coluna de Mônica Bergamo, da Folha de S.Paulo, Ele estava afastado da função desde a implantação de um processo administrativo disciplinar, no final de 2017. Seu afastamento foi ratificado nesta sexta-feira (16).

Durante os mais de 120 dias que Souza-Gomes ficou afastado, o governo federal gastou aproximadamente R$ 90 mil na contratação de funcionários domésticos para a casa do embaixador. Os servidores que trabalhavam na residência pediram transferência depois de formalizarem as denúncias.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum