O que o brasileiro pensa?
30 de julho de 2020, 21h15

Empresa que permitiu cavalo para Bolsonaro em aeroporto recebe placa de agradecimento do Exército

Aglomeração causada pelo presidente, que montou em um cavalo na área de desembarque do Aeroporto de São Raimundo Nonato, no Piauí, contraria protocolo da Anac sobre o coronavírus; a Esaero, que administra o aeroporto, foi agraciada com uma placa de agradecimento do Exército pelo "destacado apoio prestado"

Reprodução

Esta quinta-feira (30) foi marcada por uma cena peculiar: o presidente Jair Bolsonaro, ao desembarcar no aeroporto internacional de São Raimundo Nonato, no Piauí, montou em um cavalo na área externa do aeroporto, tirou a máscara e provocou forte aglomeração.

Na noite de quarta-feira (29), a Esaero, empresa que administra o aeroporto, fez uma postagem em seu perfil do Instagram anunciando a chegada do presidente. “Tudo pronto no Aeroporto Serra da Capivara, para receber o Exmo Presidente da República”, escreveu a companhia na legenda de um vídeo que mescla fotos do avião presidencial e do aeroporto, com uma música de tom épico.

Após a passagem de Bolsonaro pelo aeroporto, o perfil da Esaero no Linkedin fez uma postagem falando sobre a chegada do presidente, relatando que foi uma “situação atípica” e dizendo que passou “a semana se preparando pra essa visita, e deu todo suporte necessário para a equipe oficial do Presidente”.

Reprodução

Na postagem, foi exibida a foto de uma placa de agradecimento do Exército Brasileiro, assinada pelo tenente coronel Gustavo Luiz de Lima Correia, agradecendo à empresa pelo “destacado apoio prestado” na recepção de Bolsonaro.

Protocolo da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), publicado em 19 de maio, institui como medida para a prevenção do coronavírus a distância mínima de 2 metros entre as pessoas em aeroportos. As dezenas de pessoas que se aglomeraram na área de desembarque do aeroporto para recepcionar Bolsonaro encostaram umas nas outras, inclusive no próprio presidente.

Grande parte das pessoas presentes na área externa do aeroporto não utilizava máscara de proteção, o que contraria decreto do estado do Piauí que instituiu uso obrigatório do acessório em espaços públicos, sob pena de multa de R$ 500 a R$ 1000. O próprio Bolsonaro, em determinado momento, já montado no cavalo, retirou sua máscara.

Outro lado

Procurada pela Fórum, a Esaero, responsável pela administração do aeroporto, enviou nota informando que cumpriu com todos os protocolos de segurança e foi o presidente quem decidiu atravessar a barreira de contenção colocada para fazer o isolamento, e que a segurança desta barreira era feita pela equipe de Bolsonaro.

Confira a íntegra da nota.

Vimos informar que nosso serviço é exclusivamente no âmbito aeroportuário, a segurança do Presidente é algo que foge da nossa responsabilidade e competência. Durante a semana da visita do Exmo. Sr. Presidente ao município de São Raimundo Nonato – PI, houveram várias operações de pouso e decolagem da Força Aérea Brasileira (FAB), no Aeroporto Serra da Capivara, pois o mesmo possui uma enorme estrutura e era o mais próximo na região onde haveriam os eventos oficiais.

No dia do evento, o aeroporto estava isolado com barreiras de estrutura metálica, para evitar aglomeração ou acessos indevidos, além disso, o Exército Brasileiro posicionou homens em pontos estratégicos para impedir que houvesse invasões nas áreas restritas e controladas do aeroporto. No terminal de passageiros, havia somente funcionários da ESAERO Airports e a equipe do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República (GSI). Os acessos foram extremamente restritos e sendo controlados e autorizados somente pela Segurança do Presidente.

Dentro do terminal de passageiros e na área operacional, todos estavam usando máscaras. Essa é uma preocupação da nossa empresa, que possui um protocolo COVID-19 implantado desde abril/2020 e que é de conhecimento de todos os nossos colaboradores. Todos receberam um kit de cuidados pessoais com Álcool Gel 70%, Álcool líquido 70%, Sabonete líquido e Máscaras, visando à prevenção contra o Coronavírus.

Não houve aglomeração no Terminal de Passageiros e nem na Área Restrita de Segurança do Aeroporto. Fomos competentes naquilo que nos propusemos a fazer, houve um grande fluxo de aeronaves oficias em solo, e tudo transcorreu sem alteração. A Segurança Operacional é o que norteia nosso trabalho e com muita responsabilidade buscamos sempre prestar um serviço de qualidade e excelência.

Durante toda a manhã do dia 30/07, pessoas se aproximaram do Aeroporto Serra da Capivara, manifestantes pró e contra, mas todos estavam contidos pelo isolamento de barreiras metálicas. As expressões públicas não ofereceram riscos às operações aéreas e cabe destacar que as barreiras de contenção estavam sendo controladas pela segurança oficial do Presidente.

Após o pouso do Presidente, que chegou com sua comitiva, este desembarcou, cruzou o terminal de passageiros e foi cumprimentar a população que estava no lado externo (no estacionamento – área pública). O Exmo. Sr. Presidente ao cumprimentar seu apoiadores, decidiu montar num cavalo, para isso, foi necessário ele pular a barreira de isolamento
(como é possível ver no vídeo em circulação) e tal decisão não compete à ESAERO, não cabe à nós, autorizar ou desautorizar tal ação.

Quanto à presença do animal na parte externa do Aeroporto, não vemos estranheza, visto que as pessoas que ali estavam, vieram de várias localidades e algumas usam o cavalo como meio de locomoção. O animal
não poderia estar nas áreas controladas ou restritas do aeroporto.

Nós da ESAERO Airports fizemos nosso trabalho com competência, segurança e zelo, não foi um trabalho de apenas uma manhã, houve toda uma preparação para um evento daquela magnitude, obedecendo a protocolos de segurança específicos internos e da Presidência da República, além dos exigidos pela Legislação da Aviação Civil Brasileira. Fizemos um ótimo trabalho.

*Matéria atualizada em 31/07/2020 para acréscimo da nota da empresa


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum