Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
24 de fevereiro de 2020, 11h36

Engenheiro é espancado pela PM ao defende morador em situação de rua em Minas

Segundo reportagem do site Ponte, o engenheiro Daniel Machado Rodrigues foi agredido quando voltava de um show de Carnaval e tentou intervir em uma ação truculenta da PM

Daniel Rodrigues, que foi agredido pela PM em Belo Horizonte (Reprodução/ Ponte/ Arquivo Pessoal)

O engenheiro Daniel Machado Rodrigues foi espancado e trancafiado dentro de uma viatura da Polícia Militar de Minas Gerais ao tentar defender um morador em situação de rua vítima de uma ação truculenta da mesma PM em Belo Horizonte no último sábado (22).

Segundo reportagem do site Ponte, o engenheiro estava com a namorada voltando de um show de Carnaval por volta das 22h30, quando se deparou com um bloqueio da PM.

“O homem aparentava estar em situação de rua e eu interpelei o motivo daquela abordagem, disse que não podia ser assim. Aí o policial disse: ‘Então você é valentão?’ E começou a me agredir”, disse o engenheiro à reportagem.

Rodrigues foi agredido com golpes de cassetete na cabeça e nas costas e ficou com um olho roxo. Após o espancamento, o engenheiro foi colocado dentro de um camburão, onde os policiais jogaram um jato de spray de pimenta.

“Me levaram para o batalhão, um policial chutou meu rosto, meu estomago. Depois me levaram para o João XXIII [hospital]”, explicou, dizendo ter ficado algemado à maca.

Após ser medicado, Rodrigues disse que foi levado para uma delegacia onde ficou “de 3 a quatro horas com dez presos em quadradinho minúsculo”.

À reportagem, a PM-MG disse que o engenheiro foi preso porque “teria agredido policiais militares, tendo um deles sido ferido com maior gravidade, o que causou uma luxação em sua mão direita e o afastou de suas atividades por dois dias”.

Leia a reportagem na íntegra


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum