Ouça o Fórumcast, o podcast da Fórum
07 de julho de 2019, 12h25

Enquanto ignora morte de João Gilberto, Bolsonaro comemora condenação de Zé de Abreu

Presidente não fez sequer uma postagem sobre a morte do pai da bossa nova, que vem repercutindo no mundo inteiro, mas usou o Twitter para "comemorar" o fato de o ator Zé de Abreu ter sido condenado a indenizar o hospital Albert Einstein

Foto: Reprodução

Alheio ao Brasil e o mundo, que neste domingo (7) choram a morte do cantor e compositor João Gilberto, falecido no sábado (6), o presidente Jair Bolsonaro tem usado seu tempo para tratar de outras prioridades em sua agenda.

Em silêncio nas redes sociais sobre a morte do pai da bossa nova, o capitão da reserva se limitou a dizer que o cantor “era uma pessoa conhecida” quando perguntado por jornalistas.

Já a notícia de que o ator José de Abreu foi condenado a indenizar o hospital Albert Einstein chamou mais a atenção do presidente, que dedicou uma postagem ao assunto.

“O hospital, que atende muitas pessoas, acionou a justiça após ser acusado irresponsavelmente pelo indivíduo de fazer parte de uma conspiração para forjar a facada que levei de um ex-membro do PSOL”, escreveu, ao lado de seu tradicional emoji de sinal de positivo.

Zé de Abreu publicou no Twitter um post em que associava a facada em Bolsonaro a uma suposta conspiração envolvendo o Mossad, serviço secreto israelense, e o hospital. Apagou a postagem logo depois. Ainda assim, foi acionado pelo hospital e perdeu em primeira instância. Zé de Abreu poderá recorrer da decisão.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum